Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Cedido ao Ceará, Hyuri é emprestado pela 2ª vez em dois anos pelo Atlético-MG

Hyuri, de 26 anos, iniciou no Audax Rio, foi para o Botafogo, em 2013, o que o levou a ser negociado com o Guizhou Renhe, da China

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

25 de abril de 2018 | 13h22

O atacante Hyuri está de saída do Atlético Mineiro. Pouco aproveitado pelo clube nesta temporada, o jogador foi liberado para viajar a Fortaleza e realizar exames médicos no Ceará, que oficializará a sua contratação por empréstimo caso ele seja aprovado nos testes, em informação confirmada pela assessoria de imprensa da equipe de Belo Horizonte. A cessão será até o fim da temporada 2018.

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

Os exames não devem ser um problema para Hyuri, pois ele vinha treinando normalmente no Atlético-MG. Assim, ele vai reforçar o Ceará na sequência do Campeonato Brasileiro, sendo que o clube ainda não venceu nesse retorno à elite do futebol nacional, com apenas um ponto somado em dois jogos disputados.

Contratado pelo Atlético-MG no início de 2016, Hyuri não conseguiu conquistar seu espaço no time, ainda que tenha se destacado nos seus primeiros jogos, contribuindo para a conquista da Florida Cup, um torneio amistoso. Assim, será emprestado pela segunda vez nesse período - em 2017, foi negociado com o Chongqing Lifan, da China. No seu primeiro período no Atlético-MG, entre 2016 e o começo de 2017, Hyuri disputou 36 jogos, com quatro gols marcados.

De volta do futebol chinês em 2018, Hyuri entrou nos planos do técnico Oswaldo de Oliveira, sendo escalado duas vezes nas rodadas iniciais do Campeonato Mineiro, em compromissos em que o então treinador do Atlético poupou os titulares. Desde então, porém, não vinha mais atuando, perdendo ainda mais espaço após a demissão de Oswaldo, tanto que nem vinha sendo relacionado por Thiago Larghi para os compromissos do time.

Hyuri, de 26 anos, iniciou a sua carreira no Audax Rio, depois se transferindo para o Botafogo, em 2013, o que o levou a ser rapidamente negociado com o Guizhou Renhe, da China, onde jogou em 2014 e 2015, antes de ser negociado com o Atlético. Ele possui contrato com o time mineiro até 2020.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético MineiroHyuri

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.