Celsinho leva a família para a Rússia

O atacante Celsinho já está com as malas arrumadas para se mudar para a Rússia, no próximo dia 4. E o ex-jogador da Portuguesa, vendido para o Lokomotiv Moscou por US$ 7,5 milhões, não vai sozinho. A mãe, o irmão, a namorada e o tio vão morar juntos com o jogador de 17 anos em Moscou. E Sanderson, irmão de 11 anos de Celsinho, também vai jogar no Lokomotiv, nas categorias de base. O garoto, que é a cara do irmão, vinha se destacando no Unidos de Americana e teve propostas para jogar pelo Cruzeiro, Santos e São Paulo. Já estava praticamente acertado com este último e começaria a treinar em janeiro, mas preferiu ir para a Rússia com a família. Seu estilo de jogo? "Eu fico parado no ataque para fazer gols", afirma o jovem atleta, que marcou 38 gols em 15 jogos pelo Unidos no campeonato municipal. "O pessoal comenta que eu tenho o dom de meu irmão". Sandinho, como é mais conhecido, revela que não tem o mesmo estilo de jogo que Celsinho. E entrega: quer ser igual ao Ronaldinho Gaúcho "quando crescer". Enquanto não se apresenta ao Lokomotiv, Celsinho curte os últimos dias no Brasil. E pretende aproveitar dias de sol e calor antes de enfrentar o inverno russo. "Vai demorar para me adaptar ao frio", diz o jogador, que semana passada assinou o contrato de cinco anos e conheceu o novo clube. "Não entendia nada o que eles falavam. Não sabia se estavam falando bem ou mal de mim", brinca. O primeiro jogo de Celsinho com a camisa do Lokomotiv será no dia 23 de fevereiro contra o Sevilla, pela Copa da Uefa.

Agencia Estado,

30 de dezembro de 2005 | 09h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.