Celso Roth admite que Grêmio vive momento difícil

O técnico Celso Roth não escondeu sua frustração após a derrota para o Atlético Goianiense no domingo, por 1 a 0, fora de casa. Abatido com o segundo resultado negativo seguido - havia perdido também do Ceará na quarta-feira, por 3 a 0 -, ele reconheceu que o Grêmio vive um momento difícil - está em 16.º no Brasileirão, apenas um ponto na frente da zona do rebaixamento.

AE, Agência Estado

22 de agosto de 2011 | 08h56

"É uma situação difícil, principalmente depois de uma saída que viemos para somar pontos e não conseguimos. Tivemos um jogo desequilibrado em Fortaleza e hoje um pouco melhor, superior até a expulsão do Rafa Marques, e aí aquela dificuldade de sofrer o gol aos 45 do segundo tempo", lamentou, lembrando o gol marcado por Diogo Campos já nos acréscimos.

"É uma provação que temos que passar. Não podemos buscar explicação. Temos que trabalhar para sair dessa situação", acrescentou o treinador, visivelmente frustrado. "Nós mesmos criamos essa situação, nós mesmos temos que sair dela".

Para deixar este momento difícil, Roth avaliou que o Grêmio precisa recuperar seu espírito guerreiro e atuar com menos apatia. Também espera uma melhora técnica o quanto antes. "O que é mais preocupante é que o Grêmio está sem determinação, temos que melhorar isso, ter mais atitude, mais decisão. Ainda estamos abaixo do nível em que o Grêmio precisa estar. Temos que melhorar e acertar o quanto antes", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGrêmioCelso Roth

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.