Celso Teixeira quer receber do Ceará

A crise no futebol brasileiro acaba de fazer mais uma vítima: o técnico Celso Teixeira. De férias, em Campinas, ele lamenta a falta de seriedade dos dirigentes do Ceará, que não lhe pagaram os salários de dois meses e meio de trabalho dentro do Campeonato Brasileiro da Série B. O técnico acredita que merecia "mais respeito por parte da diretoria", uma vez que ele foi um dos grandes responsáveis por salvar o tradicional clube cearense do rebaixamento para a Série C em 2003. Além de não receber nada, o técnico ainda reclama da falta de ética da diretoria, que anunciou na capital cearense que não renovou com o ele porque teria feito uma proposta milionária. Ao mesmo tempo, teriam falado que já teriam definido o contrato para Teixeira dirigir o Ceará no Brasileiro. "Nem fiz proposta nenhuma. Minha exigência era receber o atrasado, mas no final passei o Natal sem dinheiro", comentou Teixeira, que teria perto de R$ 20 mil para receber. Segundo o técnico, muitos jogadores também ficaram sem os seus salários. De olho na sua carreira, Celso Teixeira acertou contrato de três meses para dirigir o São José no Campeonato Paulista da Série A2 - segunda divisão. "Tenho a confiança de montar um bom time e realizar um bom campeonato", disse ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.