Sergio Castro/ Estadão
Sergio Castro/ Estadão

Ceni cobra evolução do São Paulo após empate: 'Não tivemos controle'

Falhas individuais dos jogadores fez o Mirassol garantir o placar de 2 a 2 no Morumbi

Estadao Conteudo

19 Fevereiro 2017 | 11h26

O cenário parecia pronto para a festa no Morumbi no último sábado. Com mais de 40 mil pessoas no estádio, o estreante Lucas Pratto marcou seu primeiro gol pelo São Paulo, que abriu 2 a 0 diante do Mirassol. Falhas individuais e desatenção da defesa, no entanto, permitiram que o rival reagisse e selasse o empate por 2 a 2 nos acréscimos. Foi justamente esta falta de controle do time tricolor o que mais incomodou o técnico Rogério Ceni.

"Fizemos um segundo tempo até melhor do que o primeiro, mas não tivemos o mesmo controle dos últimos jogos. Tivemos bastante posse de bola no primeiro, o Sidão trabalhou algumas vezes. Apesar da vitória parcial no primeiro tempo, por 1 a 0, foi um tempo com finalizações parecidas. No segundo, a partida ficou mais equilibrada. O jogo ficou mais aberto, mas eles chegaram com menos perigo", considerou.

Maicon errou no primeiro gol do Mirassol ao tentar sair jogando perto da área. No segundo, a defesa cochilou após cruzamento e Xuxa selou a igualdade nos acréscimos. Ceni fez questão de elogiar o adversário, mas considerou que o São Paulo entregou o empate ao time interiorano.

"Nós cedemos dois gols para o Mirassol", afirmou. "Não tivemos calma e erramos mais passes do que o normal. Não tivemos calma para controlar o jogo quando estava 2 a 0. Saímos perdendo três vezes e viramos ou empatamos os jogos anteriores, mas hoje saímos na frente e não tivemos a paciência de segurar a bola. Apesar de ter criado boas jogadas e ter tido um gol anulado. Poderíamos ter matado o jogo, ter feito o terceiro gol, mas tomamos um castigo no final do jogo."

Para que estes erros não se repitam, o treinador cobrou evolução. "Sempre precisa melhorar, mesmo nas vitórias, não só o sistema defensivo, mas também ofensivamente para equilibrar o time cada vez mais. Foi o nosso quarto jogo do Campeonato Paulista, além de mais um da Copa do Brasil. Tomara que a gente consiga dar equilíbrio."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.