Rubens Chiri/SPFC
Rubens Chiri/SPFC

Ceni demonstra incômodo com a freguesia do São Paulo na Neo Química Arena para o Corinthians

Treinador vai ter apenas duas sessões de treino antes de clássico pelo Brasileirão, domingo, 16h

Wilson Baldini Jr., Estadão Conteúdo

20 de maio de 2022 | 08h46

O fato de o São Paulo nunca ter vencido o Corinthians na Neo Química Arena, local do clássico de domingo, pelo Campeonato Brasileiro, incomoda Rogério Ceni. Após a vitória sobre o Jorge Wilstermann, pela Copa Sul-Americana, o treinador vai ter apenas dois treinos para preparar a equipe.

"Espero que a gente consiga chegar bem. É uma história curta, mas ainda não conseguimos vencer o Corinthians na arena. É um time forte, que vem jogando melhor. Vamos nos preparando, temos dois dias. É recuperar os que jogaram e achar os melhores 11", afirmou o comandante tricolor, satisfeito com a classificação antecipada na Sul-Americana.

Ceni quer um São Paulo focado na busca do resultado inédito. "É clássico, tem rivalidade, é um campeonato à parte. Não aconteceu a vitória lá até hoje, o que mostra como é difícil ganhar na casa deles. Tem de estar ligado e focado." O treinador do São Paulo sabe exatamente o que representa a partida, independentemente com a possibililidade de assumir a liderança do Brasileirão. A rivalidade é grande. Ganhar na casa do adversário paulista teria boas repercussões no Morumbi num momento em que o time cresce na temporada.

O maior tempo de descanso do rival, que atuou apenas na terça-feira, diante do Boca Juniors, pela Libertadores, é outro ponto de preocupação para Ceni. "São 48 horas de diferença de um jogo para o outro, e Buenos Aires não é tão longe. Eles têm rodado o elenco também. Dois ou três mais experientes jogam, os outros não. São cinco dias de intervalo, o que é o que a gente deseja. A classificação deles também está bem encaminhada, vão pegar um time fora da briga", disse o treinador.

O São Paulo começa a sétima rodada na terceira colocação do Brasileirão, com 11 pontos, dois a menos que o líder Corinthians. Uma vitória, então, poderá representar para a equipe tricolor a liderança da competição nacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.