Érico Leonan / saopaulofc.net
Érico Leonan / saopaulofc.net

Rogério Ceni diz que São Paulo deve repor saída de Luiz Araújo

Técnico do São Paulo também nega que Lucas Pratto seja vendido

O Estado de S.Paulo

05 de junho de 2017 | 07h00

O técnico do São Paulo, Rogério Ceni, afirmou que o clube deve procurar jogadores para repor a possível saída do atacante Luiz Araújo, que negocia com Lille, da França. A saída do jovem jogador pode ser confirmada nesta semana após clubes e empresário do atleta chegaram a um acordo. A transferência está encaminhada.

"Se foi vendido, o ideal é que ele siga o caminho dele e a gente possa se programar para achar jogadores e repor a saída", afirmou Ceni após a derrota em Campinas para a Ponte Preta por 1 a 0. O técnico descartou que o rendimento do jogador tenha sido afetado pela transferência. "Ele tem a cabeça boa e fez o melhor que ele pôde."

Na negociação de Luiz Araújo, o São Paulo ficará com R$ 30,4 milhões, valor correspondente a 80% dos direitos federativos do jogador. O restante (R$ 7,6 milhões) vai para os cofres do Mirassol, clube que revelou Luiz Araújo e detém os outros 20%. O valor total da negociação é de 10 milhões de euros (R$ 38 milhões).

Os reforços já começaram a chegar. O primeiro deve ser o meia Maicosuel, que estava no Atlético-MG. O próprio jogador confirmou neste domingo que as negociações estão em andamento. "São Paulo e Atlético estão conversando. Agora não depende mais de mim", disse o atleta. Ceni, no entanto, não quis confirmar o negócio. "Isso é com a diretoria. Mas eu gosto do Maicosuel como jogador. O nome me agrada."

O treinador do São Paulo negou a possibilidade de o atacante Lucas Pratto ser negociado com o futebol do México, como foi especulado semana passada. O Vera Cruz estaria interessado em contratar o jogador argentino. "Desconheço essa proposta do México. Isso não foi cogitado no São Paulo", garantiu Ceni.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.