Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Ceni lamenta goleada sofrida para o Palmeiras: 'Diferença absurda entre os times'

Técnico da Fortaleza admite que time tinha pouco a fazer para evitar a derrota no Campeonato Brasileiro

Redação, O Estado de S. Paulo

28 de abril de 2019 | 22h36

O técnico do Fortaleza, Rogério Ceni, afirmou neste domingo que o time nordestino não teria condições de evitar a derrota para o Palmeiras na estreia pelo Campeonato Brasileiro. Depois de perder por 4 a 0, no Allianz Parque, o treinador do atual campeão da Série B explicou que por existir uma grande diferença no nível dos dois times, o placar foi justo.

Em entrevista ao canal TNT, Ceni disse que a equipe sentiu o peso de estrear na Série A logo contra o atual campeão do torneio. "Existe uma diferença absurda entre os dois times. O time do Palmeiras é muito bom, encontrou um futebol que não vinha jogando tanto como jogou. Poderíamos ter amenizado esse resultado, mas a vitória é justa e merecida", comentou.

O Fortaleza foi campeão na última semana do Campeonato Cearense e levou a campo no Allianz Parque uma formação ofensiva, com quatro atacantes. "A diferença é grande para o Palmeiras. Mas a gente jogou abaixo do que vinha jogando. Alguns jogadores estiveram abaixo, estavam estreando em Série A", afirmou. A equipe de Ceni terá como próximo adversário o Athletico-PR, quarta-feira, no Castelão.

Ceni comentou depois do jogo sobre a sondagem recebida nos últimos dias vinda do Atlético-MG. O técnico confirmou ter recebido uma ligação do diretor de futebol do clube, Rui Costa, porém afirmou que por gostar do Fortaleza e pelo pai estar com um problema de saúde, preferiu continuar na equipe para tentar a missão de permanecer na Série A.

"Não quis sair de um time onde estou há 17 meses para fazer uma troca, ter de se adaptar totalmente e ter um novo sistema de jogo. Fico agradecido pelo interesse e observação, mas no momento eu preferi dar continuidade ao meu trabalho no Fortaleza", disse o técnico, que além da Série A, terá nas próximas semanas a disputa da semifinal da Copa do Nordeste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.