Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

Ceni lamenta derrapada do São Paulo em casa e faz alerta sobre pontuação do time no Brasileirão

Equipe tricolor cria muitas chances de gol, mas falha nas conclusões e fica no empate sem gols com o então lanterna Juventude

Pedro Ramos, O Estado de S.Paulo

26 de junho de 2022 | 21h56

O São Paulo pressionou até o último minuto, deu 27 finalizações, mas só empatou com o Juventude em 0 a 0, neste domingo, no Morumbi, pela 14ª rodada do Brasileirão. O técnico Rogério Ceni defendeu a atuação do time na partida, que criou muitas oportunidades de gol no segundo tempo, mas lamentou que a equipe não tenha balançado a rede adversária.

"Tivemos oportunidades claras. Nunca tivemos tantas como hoje. Mas infelizmente não saiu. Arriscamos bastante no segundo tempo, mas não fomos felizes nas conclusões. Começamos uma linha de quatro, aí resolvemos arriscar cada vez mais com o passar do tempo, colocando um time mais ofensivo", explicou.

Os três pontos poderiam colocar o São Paulo perto das primeiras posições na tabela. O time venceu apenas duas das últimas dez partidas no Brasileirão. A pontuação da equipe na competição ligou o alerta no técnico. O São Paulo está na oitava posição e faz os próximos dois jogos no Nacional fora de casa.

"Nós temos só 19 pontos em 14 jogos e teremos dois jogos fora no Brasileiro (Atlético-GO e Atlético-MG). O campeonato é ingrato, se você não der atenção a ele, ele se volta contra você. Vamos fazer alguns revezamentos. Precisamos saber tentar rodar o elenco e rezar para que não ocorra mais lesões. Em condições de jogo, não devemos ter a volta de ninguém dos lesionados para os dois próximos jogos. Eu tenho dez pendurados, temos 20 jogadores de linha, teremos duas viagens. Agora vamos para o Chile, depois São Paulo e, no dia seguinte, Goiânia. Hoje (domingo), eram essenciais os três pontos, mas não deu", disse.

Com uma vitória, um empate e uma derrota nas três partidas disputadas na semana, o meia Igor Gomes disse que não faltou entrega ao time diante do Juventude e defendeu as últimas atuações da equipe. "Não acho que foi uma semana irregular, talvez os resultados tenham sido. Jogamos bem contra o Palmeiras nos dois jogos e neste domingo também, mas empatamos. Eu preferia jogar mal e ganhar. Não faltou entrega. Sentimos o desgaste, mas temos o elenco qualificado, apesar dos desfalques. Confesso que foi frustrante ver que perdemos alguns pontos no Brasileirão, mas não podemos focar nisso". 

O São Paulo volta a campo na quinta-feira, às 21h30, para enfrentar a Universidad Católica, no Chile, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Já no domingo, às 16h, a equipe visita o Atlético-GO, em Goiânia, pelo Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.