Daniel Teixeira|Estadão
Daniel Teixeira|Estadão

Ceni reclama de erro da zaga em gol, mas elogia postura do São Paulo no clássico

Técnico vê Tricolor superior ao Corinthians em jogo no Morumbi

Renan Fernandes, O Estado de S.Paulo

27 de março de 2017 | 07h00

O técnico Rogério Ceni não escondeu sua insatisfação ao falar do gol sofrido pela sua equipe no empate com o Corinthians por 1 a 1, neste domingo, no Morumbi, em jogo da 11ª rodada do Campeonato Paulista. Nem mesmo a volta dos experientes Maicon e Rodrigo Caio impediu o time de ser vazado pela 13ª vez seguida na temporada.

"Não gosto de falar de erros. Mas era algo simples e falhamos. Era uma coisa básica, de deixar o Jô sozinho na área. Erro básico que fez com que o Corinthians empatasse o jogo", avaliou. "Nosso time controlou o jogo, tivemos 60% de posse de bola, fizemos um bom jogo. Só o resultado final não é o que esperávamos. Esperávamos sair daqui com uma vitória".

Essa não é a primeira vez que o comandante tricolor é mais áspero ao responder sobre uma falha de seu setor defensivo. Logo após o empate com o ABC, pela Copa do Brasil, ele chegou a cogitar não treinar bola área durante a semana.

"Vou parar de treinar bola aérea, decidi que para o próximo jogo nós não vamos, porque quanto mais treina, parece que mais as coisas acontecem. Então esta semana não vamos treinar bola aérea para ver se contra o Ituano a gente não sofre gol de bola aérea", disse o treinador, naquela ocasião.

Apesar do lance isolado que custou a vitória, Rogério Ceni elogiou a postura de sua equipe em mais um jogo contra um grande rival. Dos três clássicos que fez na temporada, o São Paulo ganhou um (do Santos), perdeu um (Palmeiras) e empatou outro (Corinthians).

"Os clássicos são importantes porque são referências futuras do que teremos pela frente. Só fomos superados pelo Palmeiras, fora de casa, um time que é o atual campeão brasileiro, que tem o maior investimento. E não tínhamos o Cueva, como não tínhamos hoje (domingo). Fomos superiores em dois dos três jogos, jogando duas vezes fora de casa", analisou.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCRogério CeniFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.