Divulgação
Divulgação

Rogério Ceni volta aos treinos e Osorio testa o São Paulo no 3-5-2

Goleiro está recuperado e deve jogar o clássico com o Palmeiras

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

24 de junho de 2015 | 11h37

O goleiro Rogério Ceni, do São Paulo, voltou a treinar nesta quarta-feira e deve enfrentar o Palmeiras, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador de 42 anos estava com um estiramento muscular na coxa direita, foi desfalque no último domingo contra o Avaí e agora está recuperado para entrar em campo no clássico, que será realizado no Allianz Parque.

O problema muscular também tinha feito Ceni virar dúvida para um evento com torcedores na próxima sexta-feira, no Morumbi. Em maio o clube vendeu em três dias 44 pacotes de R$ 4,8 mil cada para são-paulinos atuarem ao lado do capitão, que vai jogar na linha. Os organizadores da ação de marketing esperavam o retorno do goleiro aos treinos para confirmarem a presença dele. "Já tinha feito trabalho aeróbico na segunda e terça e hoje me senti bem no treino específico com bola. Seguirei fortalecendo a musculatura e amanhã (quinta-feira) me junto ao elenco", contou Rogério Ceni em entrevista ao site oficial.

Na reapresentação nesta quarta-feira pela manhã Ceni fez um trabalho separado com o restante dos goleiros enquanto o técnico Juan Carlos Osorio começou a armar o time com três zagueiros, no esquema 3-5-2. Na primeira parte do trabalho, os defensores foram Rafael Toloi, Dória e Mattheus Reis. Hudson e Souza atuaram como volantes, os alas foram Michel Bastos e Thiago Mendes, Ganso atuou como armador e no ataque foram usados Luis Fabiano e João Paulo.

Na sequência da atividade tática, o treinador voltou a arrumar a equipe no 4-1-4-1. Os laterais Bruno e Carlinhos voltaram para a linha de defesa, Souza atuou como primeiro volante e Wesley apareceu na equipe titular para formar o quarteto do meio-campo. Luis Fabiano novamente ficou no ataque. Alexandre Pato continuou entre os reservas.

A comissão técnica liberou o zagueiro Lucão e o meia Boschilia da reapresentação nesta quarta-feira. A dupla disputou o Mundial sub-20 na Nova Zelândia e foi vice-campeã no último sábado com a seleção brasileira, derrotada por 2 a 1 pela Sérvia na decisão. Os dois só voltam aos treinos no São Paulo na próxima segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.