Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Ceni se diz 'não totalmente feliz' após falhar em vitória do São Paulo

SÃO PAULO - O goleiro Rogério Ceni foi um dos jogadores que mais comemoraram o gol de Ganso, que garantiu os três pontos contra o Ituano. Mais do que o quarto triunfo no Campeonato Paulista, o gol de cabeça teve um sentimento de alívio para o capitão do São Paulo. "Vou embora chateado, porque não gosto de errar. Tudo bem que a bola veio com efeito, mas não sei dizer como ela passou. Lógico que não vou totalmente feliz para casa. Menos mal que conseguimos o resultado", afirmou Rogério Ceni.

Marcius Azevedo, O Estado de S. Paulo

16 de fevereiro de 2013 | 22h33

A vitória realmente deixou o goleiro um pouco mais tranquilo. Na saída para o intervalo, Rogério Ceni não quis conversa com os jornalistas que o aguardavam na saída do campo. Ele apenas levantou os braços e disse: "errou meu, errou meu..." Mais calmo ao final da partida, o camisa 1 fez questão de atender todo mundo, ficando mais do que todos os outros jogadores em campo, concedendo entrevista para explicar o erro.

O gol, claro, era o tema principal. "Não tem explicação. Eu errei, falha minha. Não tem vento, luz, sol, chuva... Faz parte de quem está jogando. No momento, você fica decepcionado consigo mesmo, mas acontece. Joguei mil jogos na minha carreira, fatalidades acontecem."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.