Gustavo Simão/Fortaleza EC
Gustavo Simão/Fortaleza EC

Ceni se emociona com homenagens e lamenta derrota do Fortaleza

Técnico foi homenageado pelas torcidas de Fortaleza e São Paulo antes do confronto deste domingo

Redação, O Estado de S.Paulo

12 de maio de 2019 | 22h56

As homenagens das torcidas de Fortaleza e São Paulo emocionaram o técnico Rogério Ceni. Antes de bola rolar na noite deste domingo no Castelão, os cearenses fizeram um mosaico com a imagem do treinador e a mensagem "gratidão Ceni". Do outro lado, os paulistas estenderam um bandeirão do ídolo do clube. 

Em campo, o Fortaleza perdeu por 1 a 0, resultado considerado injusto por Ceni. O treinador lamentou não ter conseguido retribuir o presente para a torcida. Foi a primeira vez que ele foi adversário do São Paulo, clube que atuou por 25 anos.

"Eu fiquei muito emocionado. Claro que aquele bandeirão da torcida do São Paulo eu vi muitas vezes no Morumbi, e os caras trazerem até aqui tem um significado muito especial. Sou muito grato pela história construída ao longo de um quarto dos últimos 100 anos vividos. O São Paulo não é nem um clube centenário ainda. E gratidão é uma palavra muito bacana. Sou grato ao lugar que trabalho e à torcida que tenho. Não esperava a imagem subir daquela maneira, foi extremamente emocionante. Lamento não conseguir entregar um presente do tamanho que eles me propiciaram hoje. Gostaria muito de entregar a vitória ao torcedor do Fortaleza, uma festa magnífica, apoiaram o time o tempo todo. Uma pena que não conseguimos devolver esse presente tão bacana. Me sinto muito honrado pela homenagem que foi feita. Só lamento de não ter entregado os três pontos que acho que merecíamos pelo que produzimos", afirmou Ceni, em entrevista coletiva após a partida.

Ceni também analisou a derrota do Fortaleza. O treinador ficou satisfeito com a atuação da sua equipe, que permanece com três pontos e em 16º lugar na tabela do Brasileirão.

"Tivemos algumas oportunidades no jogo. Infelizmente não tivemos o poder de conclusão que o Hernanes (autor do gol adversário) teve em uma das poucas oportunidades que o São Paulo teve. Acho que fizemos um jogo muito equilibrado, em muitos momentos do jogo até superior que o São Paulo. A produção foi muito boa, mas o resultado não foi aquilo que a gente esperava", disse Ceni.

"Foi como eu esperava. Pude optar por um time mais baixo porque o São Paulo também abaixou em altura. Tivemos um jogo melhor combinado pelo chão. Devido a isso, conseguimos ter bom controle de jogo. Fiz algumas alterações porque o último jogo tinha sido quinta. Eu gostei de como o time se postou durante o jogo, deu poucos espaços. Tivemos boas penetrações, e o resultado não foi compatível com o que a equipe produziu", acrescentou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.