AMANDA PEROBELLI/ESTADAO
AMANDA PEROBELLI/ESTADAO

Ceni vê São Paulo favorito e aponta Sidão como um dos destaques do Brasileirão

Treinador do Fortaleza aponta semelhança entre time tricolor atual e o do tricampeonato

Estadão Conteúdo

13 Agosto 2018 | 11h00

Ídolo do São Paulo, Rogério Ceni também é líder do Campeonato Brasileiro, mas da Série B, na qual dirige o Fortaleza. E vê seu ex-clube no caminho certo para conquistar a Série A, após a vitória do último domingo sobre o Sport, por 3 a 1, na Ilha do Retiro, no Recife, que o manteve no topo da tabela.

+ Aguirre fala em 'força máxima' no São Paulo para jogo na Argentina 

Na visão do eterno goleiro-artilheiro do Morumbi, a equipe comandada por Diego Aguirre tem uma vantagem em relação a alguns de seus concorrentes diretos pela primeira posição.

"Hoje o São Paulo é favorito, porque os outros estão envolvidos em outras competições. O Inter e o Atlético-MG (que só disputam o Brasileiro) também estão ali, vão brigar, mas os outros (Flamengo, Grêmio e Palmeiras) estão divididos em outras competições", disse, durante participação no programa Resenha, da ESPN Brasil, sem citar a presença tricolor na Copa Sul-Americana - na quinta, o clube visita o Colón-ARG, em Santa Fé, precisando vencer, depois da derrota no jogo de ida, em casa, por 1 a 0.

Tricampeão nacional entre 2006 e 2008, Ceni também enxerga semelhanças entre o elenco atual do São Paulo e o time que dominou o principal campeonato do País naquele período: "Nosso time não era espetacular, não, mas nosso time era firme. Caras grandes, fortes", lembrou. "Era um time que tem características semelhantes. O São Paulo vem merecidamente liderando o campeonato", concluiu o ex-jogador.

Sidão. Responsável pela contratação do então goleiro do Botafogo quando assumiu o cargo de treinador do São Paulo, no ano passado, Ceni defendeu Sidão das críticas que costuma receber por não transmitir confiança à torcida.

"Eu acho que o Sidão tem sido um dos grandes goleiros do campeonato. Ele trabalha bem com os pés, tranquilo, com a faixa de capitão… Não é para qualquer um. O Sidão pode ser o goleiro do novo título Brasileiro", opinou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.