Centenas acompanham enterro de torcedor na Bolívia

O corpo de Kevin Douglas Beltrán Espada, jovem morto durante o confronto entre Corinthians e San José, quarta-feira, em Oruro, foi enterrado na tarde deste sábado, em Cochabamba, também na Bolívia, cidade em que morava. O sepultamento do garoto de 14 anos atraiu centenas de pessoas ao cemitério Parque de las Memórias.

AE, Agência Estado

23 de fevereiro de 2013 | 17h17

Kevin foi morto aos 5 minutos do primeiro tempo do jogo. Enquanto comemoravam o gol de Guerrero, que abriu o placar, torcedores do Corinthians atiraram um sinalizador em direção à torcida do San José, acertando o rosto jovem, que faleceu na hora. Doze brasileiros estão presos em Oruro. Dois deles foram indiciados pelo assassinato e outros dez como cúmplices.

A morte do garoto, que morava em Cochabamba desde os 7 anos, causa grande comoção na Bolívia. O velório do corpo aconteceu na casa do avô de Kevin e o cortejo depois seguiu até a frente do colégio onde ele estudava. Ali, centenas de pessoas realizaram orações em memória do jovem morto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.