Luis Moura/Estadão
Luis Moura/Estadão

Centurión treina no lugar de Pato e deve ser titular no clássico

Argentino treina na vaga do atacante que pertence ao Corinthians

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

04 Março 2015 | 10h50

O argentino Centurión deve ser o substituto de Alexandre Pato no São Paulo para o clássico do próximo domingo contra o Corinthians, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. O meia treinou entre os titulares nesta quarta-feira em atividade em que o técnico Muricy Ramalho indicou mudança no esquema tático da equipe para a próxima rodada. O 4-2-3-1 deverá ser a formação utilizada.

Muricy cobrou bastante a atenção de Centurión para ajudar na marcação pelo lado esquerdo, junto do lateral Reinaldo. Na atividade o técnico montou um trabalho tático e interrompeu com frequência para ajustar a marcação e o posicionamento dos jogadores. O trio de armação deverá ter ainda Ganso, pela região central do gramado, e Michel Bastos, posicionado pelo lado direito.

O substituto natural de Pato seria Kardec, que foi titular no confronto entre as equipes em fevereiro, pela Copa Libertadores, mas no treino atuou entre os reservas. Na equipe titular outra alteração foi o zagueiro Edson Silva, na vaga de Dória. O titular se recupera de dores no tornozelo e como já voltou a correr pelo gramado nesta quarta-feira, deve se recuperar e ter condições de ser escalado no domingo. 

Centurión veio do Racing e chegou neste ano ao São Paulo. O argentino ainda não pode atuar nas duas primeiras rodadas da Libertadores por cumprir suspensão por ter sido expulso na Copa Sul-Americana de 2013. No Campeonato Paulista, o meia foi titular em algumas partidas em que Muricy poupou os titulares e chegou a ser o destaque da vitória por 5 a 0 sobre o Bragantino, quando marcou gol e deu uma assistência.

O time titular que treinou nesta quarta-feira no CT da Barra Funda foi: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Edson Silva e Reinaldo; Denilson e Souza; Michel Bastos, Ganso e Centurión; Luis Fabiano. Os reservas atuaram com: Renan Ribeiro; Auro, Paulo Miranda, Lucão e Boschilia; Hudson, Thiago Mendes e Maicon; Jonathan Cafu, Ewandro e Alan Kardec.

Pato fez trabalho em campo separado junto com outros jogadores que tentam recuperar a forma física, como Carlinhos e Breno, que se recuperam de lesões, e Wesley, recém-chegado ao clube. O atacante não pode enfrentar o Corinthians por ter uma cláusula no seu contrato de empréstimo que impede a escalação em partidas diante do rival.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.