Jorge Adorno/Reuters
Jorge Adorno/Reuters

Cerro Porteño vence Jaguares e encara Santos na Libertadores

Time paraguaio bateu os mexicanos por 1 a 0 e tentará chegar à decisão pela primeira vez

AE, Agência Estado

20 de maio de 2011 | 08h27

ASSUNÇÃO - O Cerro Porteño será o adversário do Santos nas semifinais da Libertadores. Na noite da quinta-feira, em Assunção, a equipe paraguaia avançou na competição continental ao derrotar o Jaguares, do México, por 1 a 0. O jogo de ida das quartas de final havia terminado com o empate por 1 a 1.

Com a classificação, o Cerro Porteño vai disputar as semifinais da Libertadores pela sexta vez - as outras foram em 1973, 1978, 1993, 1998 e 1999. A equipe paraguaia, porém, nunca disputou uma final da competição.

Diante do Santos, o time vai disputar a primeira partida no Brasil, na próxima semana, e a segunda em casa. Os locais, datas e horários ainda serão divulgados pela Confederação Sul-Americana de Futebol.

Santos e Cerro Porteño se enfrentaram na fase de grupos da Libertadores. As equipes empataram na Vila Belmiro por 1 a 1 e o time paulista triunfou no Paraguai por 2 a 1. Mesmo assim, o Cerro terminou na liderança do Grupo 5 da Libertadores, com os mesmos 11 pontos do Santos, mas em vantagem no saldo de gols (5 a 3).

O gol da classificação do Cerro Porteño saiu aos 25 minutos do segundo tempo. O goleiro Fabián Villaseñor saiu mal do gol e o zagueiro Pedro Benítez, que defendeu o Atlético Mineiro em 2009 e 2010, tocou de cabeça para as redes.

Peñarol. A outra semifinal da Libertadores também está definida e será disputada entre Peñarol e Vélez Sarsfield. O time uruguaio se classificou na noite de quinta-feira para encarar a equipe argentina com a derrota por 2 a 1 para a Universidad Católica, em Santiago, no Chile. No jogo de ida, em Montevidéu, a equipe uruguaia havia vencido por 2 a 0.

O Peñarol é o time com o maior número de participações na Libertadores - 38 - e possui cinco títulos, mas conquistou o último em 1987. Como realizou melhor campanha na fase de grupos da Libertadores, o Vélez Sarsfield disputará o segundo jogo do mata-mata em casa e o primeiro no Uruguai.

Na noite de quinta-feira, a Universidad Católica abriu 2 a 0, com gols de Meneses, aos 18 minutos do primeiro tempo, e Gutierrez, aos 24 minutos do segundo tempo. O placar levaria o confronto para a disputa de pênaltis, mas Estoyanoff marcou aos 40 minutos do segundo tempo e definiu a classificação do Peñarol às semifinais da Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.