César convive com fanatismo romano

Parece coisa de tempos primitivos, mas ainda acontece na Itália. Jogador de futebol da Lazio não pode se encontrar com colegas da Roma, juventinos não podem falar com os rivais do Torino. Ou pelo menos é recomendado para os que não quiserem ter surpresas desagradáveis. Quem já percebeu isso e vem seguindo à risca a cartilha da segurança é o lateral-esquerdo César, ex-São Caetano e atualmente na Lazio. Embora seja o único brasileiro no clube, prefere não sair para jantar ou passear com seus compatriotas da Roma: Marcos Assunção, Emerson e Cafu ? Antônio Carlos e Aldair deixaram a cidade recentemente. ?Na dúvida, não me arrisco a sair com eles, porque os torcedores são muito fanáticos, prefiro ficar na minha?, declarou César ao Estado, por telefone.Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.