Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

César lembra de arrancada do Flamengo em 2009, mas alerta: 'Pensamos jogo a jogo'

Goleiro assume a meta rubro-negra pelo terceiro jogo consecutivo por conta da lesão de Diego Alves

Estadão Conteúdo

12 Outubro 2018 | 15h06

Prestes a ser escalado novamente como titular no clássico deste sábado diante do Fluminense, às 17 horas, no Maracanã, o goleiro César fez um comparativo do atual momento do Flamengo no Campeonato Brasileiro com a arrancada do time rubro-negro em 2009 que culminou com o título da competição naquele ano.

"Foi uma arrancada muito significativa e está na memória do torcedor. São momentos diferentes, épocas diferentes. A gente entende e vamos pensando jogo a jogo. Existe sim a possibilidade de ser campeão e vamos atrás dela até o fim. Vamos a cada jogo. Até lá podem acontecer diversas coisas e estamos preparados para todas elas. Espero que, assim como aconteceu em 2009, a gente possa sair campeão", disse o goleiro.

César, que será titular da meta flamenguista pelo terceiro jogo seguido em razão de uma lesão de Diego Alves, disse que amadureceu no tempo em que ficou no banco de reservas, e que está preparado para corresponder às expectativas. "Como goleiro, as coisas acontecem dessa forma. Nem sempre dá para esperar a oportunidade. O que aprendemos é a estar preparados sempre, seja jogando ou aguardando. Isso nos faz amadurecer. Além dos jogos, que é o que mais queremos, o principal é o dia a dia", ressaltou.

O Flamengo não perde há cinco partidas no Brasileirão, as duas últimas sob o comando do técnico Dorival Júnior. Segundo César, um dos fatores da melhora do time rubro-negro diz respeito à postura equilibrada dos jogadores em campo. "Nos dois últimos jogos, nos comportamos bem. Sabíamos que seria difícil contra o Bahia e o Corinthians, mas conseguimos fazer o nosso jogo de forma equilibrada e boa. Estamos trabalhando firme e nos dedicando ao máximo", reforçou.

TREINO - O Flamengo realizou na manhã desta sexta-feira o último treinamento antes do clássico. Na primeira parte da atividade no Ninho do Urubu, que foi aberta à imprensa, o técnico Dorival Júnior priorizou as finalizações. Depois, já sem a presença dos jornalistas, comandou um trabalho tático.

O meia Diego participou apenas do início do aquecimento e já foi fazer trabalhos específicos de recuperação na academia. Ele não treina com bola há duas semanas e não será relacionado para o Fla-Flu. O zagueiro Réver fez um trabalho na academia, mas não preocupa e deve ser titular na partida. A tendência é a de que Dorival leve a campo a mesma escalação que venceu o Corinthians por 3 a 0 na última partida, em São Paulo.

Veja os relacionados do Flamengo para o clássico com o Fluminense:

Goleiros: César, Gabriel Batista e Thiago.

Laterais: Pará, Rodinei e Renê.

Zagueiros: Léo Duarte, Matheus Thuler, Réver e Rhodolfo.

Meias: Cuéllar, Jean Lucas, Rômulo, Piris da Motta, Everton Ribeiro, Geuvânio e Lucas Paquetá.

Atacantes: Berrío, Lincoln, Henrique Dourado, Marlos, Uribe e Vitinho.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.