César Martins se nega a comentar polêmica e pede 'tranquilidade' no Flamengo

A quarta-feira amanheceu conturbada no Flamengo, com a informação de uma suposta festa realizada por cinco atletas do elenco na última terça à noite. Neste cenário, quem apareceu na entrevista coletiva foi o jovem César Martins, de 22 anos. E o jogador foi rápido em se esquivar de qualquer polêmica ao ser perguntado sobre o assunto: "Sobre isso eu não vou responder, não".

Estadão Conteúdo

28 de outubro de 2015 | 16h54

A "fuga" de César Martins tem motivo. O clima no clube pesou bastante depois do anúncio de que Alan Patrick, Everton, Marcelo Cirino, Pará e Paulinho teriam promovido a tal festa em pleno dia de semana, em uma casa no Recreio dos Bandeirantes, no Rio. Inclusive, punições devem ser anunciadas em breve.

Até porque a festa aconteceu em momento inoportuno. O Flamengo está longe de viver boa fase, venceu somente uma das últimas sete partidas - são três derrotas seguidas - e já despertou a ira de sua torcida. Sobre isso, César Martins falou. Ele admitiu o péssimo momento e pediu tranquilidade para o time voltar a triunfar.

"Apesar da sequência de derrotas, temos que ir para os jogos com tranquilidade para fazer boas partidas. Queremos vencer, não podemos ficar nervosos. Muita gente achou que nem chegaríamos perto do G4, mas estamos com possibilidade hoje. Temos que pensar assim", avaliou.

O zagueiro ainda conseguiu enxergar um lado positivo nas últimas atuações do Flamengo. "Meu entrosamento com o Wallace está melhorando. Ele tem voz de comando e sabe como é jogar no Flamengo. Quer sempre o melhor para o time e eu também. Todos queremos acabar com esta fase ruim. É hora de se doar muito."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoCésar Martins

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.