Helvio Romero/AE
Helvio Romero/AE

César Sampaio ratifica protesto palmeirense contra arbitragem

Diretoria vai enviar reclamação para CBF por conta dos excessivos erros contra o clube no Campeonato Brasileiro

Daniel Batista, Agência Estado

30 de julho de 2012 | 12h50

SÃO PAULO - Irritada com a atuação da arbitragem no Campeonato Brasileiro, a diretoria do Palmeiras vai fazer um protesto na CBF para reclamar sobre os excessivos erros contra o clube na competição nacional. A última reclamação é contra a atuação do árbitro Fabrício Neves Correa, que validou dois gols irregulares na vitória do Cruzeiro, por 2 a 1, no último domingo, em Belo Horizonte.

"Vamos enviar um protesto para a CBF, como já fizemos uma outra vez, o problema, porém, é que os pontos ficaram para trás. É preocupante porque voltamos para a zona de rebaixamento", disse o gerente de futebol do clube, César Sampaio, no desembarque da equipe no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, na manhã desta segunda-feira, 30.

Poucos jogadores pararam para conversar com a imprensa e atender aos torcedores durante o desembarque. O zagueiro Henrique, que não quis falar em Minas por irritação com a arbitragem, lamentou: "Não tenho o que falar. Cada um sabe o que fez. Essas coisas se tornam até repetitivas".

O Palmeiras se reapresenta nesta terça-feira aos treinos e já começa o trabalho para o jogo contra o Botafogo, nesta quarta, às 21h50, pela estreia da equipe na Copa Sul-Americana.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.