Suzanne Plankett / Reuters
Suzanne Plankett / Reuters

Champagne pede apoio de federações para a eleição da Fifa

Francês precisa convencer ao menos cinco das 209 filiadas à entidade. Caso contrário, sua candidatura será cancelada

Estadão Conteúdo

19 de janeiro de 2015 | 16h44

O francês Jérôme Champagne está sentindo na pele a dificuldade de concorrer com Joseph Blatter à presidência da Fifa. Com apenas dez dias restando para o fim do prazo para angariar o apoio de ao menos cinco federações internacionais, quesito necessário para ter a candidatura confirmada, ele decidiu escrever uma carta aberta aos presidentes destas entidades.

Champagne pediu apoio das federações e disse que não pode aceitar a possibilidade de o resultado das eleições já estar definido. Ele tem até o dia 29 de janeiro para conseguir convencer ao menos cinco das 209 entidades filiadas à Fifa. Caso contrário, sua candidatura será cancelada.

"Existe a sensação de que o resultado final da eleição já está definido e que seria arriscado para eles (federações). Também há o medo de ser excluído ou punido", afirmou o francês na carta. Champagne ainda definiu seus adversários à substituição de Blatter - o príncipe Ali Bin Al Hussein e o ex-jogador francês David Ginola -, como "indivíduos sem um programa".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.