Chamusca continua no Botafogo

A pressão em General Severiano, sede do Botafogo, é forte para que o técnico Péricles Chamusca seja demitido. Mas o presidente Bebeto de Freitas assegurou nesta sexta-feira que vai manter o treinador no clube.Porém, em caso de mais uma derrota no jogo de domingo, contra o Corinthians, em São Paulo, a situação de Chamusca ficará insustentável. "A culpa é de todos", declarou Bebeto de Freitas. O zagueiro Scheidt tem opinião semelhante a do presidente. "Não se pode culpar um treinador, um jogador ou um dirigente pelos maus resultados. O erro é coletivo. O trabalho é bom e o Botafogo tem condições de dar a volta por cima", disse.Em 13 jogos à frente do Botafogo, Péricles Chamusca conseguiu apenas quatro vitórias e três empates e perdeu sete vezes. O clube ocupa o 10.º lugar na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com 32 pontos, a pior colocação desde a primeira rodada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.