Chamusca faz mistério no São Caetano

Na tentativa de surpreender o líder do Campeonato Brasileiro, o Atlético-PR, domingo, na Arena da Baixada, em Curitiba, o técnico do São Caetano, Péricles Chamusca, resolveu usar do mistério como arma para conseguir mais uma vitória. Ele ameaça trocar o esquema 3-5-2 pelo tradicional 4-4-2 e mantém a dúvida na defesa com o aproveitamento de Marcos Aurélio ou de Gustavo. Marcos Aurélio teve uma boa atuação na vitória do Azulão sobre o Corinthians, por 2 a 1, mas Gustavo era o titular e volta a ter condições depois de cumprir suspensão automática. Para Chamusca, não há pressa, e a definição pode sair nesta sexta-feira à tarde, quando acontecerá o último coletivo da semana, no gramado do estádio Anacleto Campanella. O elenco participou de treino nesta tarde, menos o volante Mineiro e o atacante Fernando Baiano, poupados das atividades mas, segundo o médico do clube, Paulo Forte, não preocupam para o jogo de domingo. A comissão técnica tem pedido aos jogadores para que esqueçam os problemas extra-campo, que podem até penalizar o time com a perda de 24 pontos. O grupo continua disposto a buscar uma vaga na Taça Libertadores da América. No momento, com 77 pontos, ocupa a quarta posição. Depois de enfrentar o líder, no Paraná, vai receber o vice-líder, o Santos, no ABC, em dois confrontos diretos e decisivos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.