Chamusca pede demissão após derrota do Sport

O técnico Péricles Chamusca não resistiu à virada levada pelo Sport na noite deste sábado e anunciou sua demissão do cargo. O clube de Recife, que tem chances reduzidas de escapar do rebaixamento, foi derrotado pelo Cruzeiro por 3 a 2, em casa, após abrir 2 a 0 no placar.

AE, Agencia Estado

07 Novembro 2009 | 22h46

Foi a 18.ª derrota do Sport neste Brasileirão. A equipe ocupa a lanterna, com apenas 30 pontos conquistados em 34 jogos. A oito pontos de distância do Botafogo, primeiro time fora da zona da degola, o time pernambucano tem pouca chances de escapar da queda para a Série B, faltando apenas quatro rodadas para o fim da competição.

"Existe um desgaste e a continuidade não seria boa. Não tem matemática que faça conseguirmos [evitar o rebaixamento]. Queria agradecer a diretoria pelo reconhecimento do trabalho. É lamentável, mas o Sport precisa pensar em voltar forte no ano que vem", afirmou o ex-treinador à Sportv, largando a toalha.

A demissão foi decidida logo após o jogo com o Cruzeiro em reunião coma diretoria do clube. Em nota, o vice-presidente de futebol do Sport, Augusto Carreras, agradeceu o apoio do técnico. "Agradecemos por tudo que Péricles Chamusca fez pelo Sport. Vamos tocar o planejamento para 2010", disse.

Substituto de Leão, Chamusca assumiu o comandou o Sport pela primeira vez na partida contra o Internacional, no dia 10 de agosto. Na ocasião, os pernambucanos foram derrotados por 3 a 0, em Porto Alegre, e ocupavam a última posição da tabela, com apenas 13 pontos. Desde então, o time somou mais 17 pontos, depois de quatro vitórias, cinco empates e sete derrotas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.