Sirli Freitas/Chapecoense
Sirli Freitas/Chapecoense

Chapa da situação vence eleição e Maninho continua como presidente da Chape

Plínio David de Nes Filho foi reeleito por 134 votos a 81 na noite desta segunda-feira

Estadão Conteúdo

10 de dezembro de 2018 | 22h39

Plínio David de Nes Filho, mais conhecido como Maninho, foi reeleito na noite desta segunda-feira para seguir à frente da Chapecoense. Cabeça da chapa "Juntos pela Chape", ele foi reeleito para o cargo de presidente do clube pelos próximos dois anos com 134 votos.

O candidato da oposição, Cézar Dal Piva, obteve 81 votos para a chapa "Renovação, transparência, competência, honestidade". Dal Piva é diretor das categorias de base do clube catarinense. A votação teve início no fim da tarde e contou com clima de tranquilidade até a apuração e a confirmação da vitória de Maninho.

"Por 134 votos a 81, a composição 'Juntos Pela Chape', presidida por Plínio David De Nes Filho, venceu as eleições e assumirá a gestão da Associação Chapecoense de Futebol no biênio 2019/2020", confirmou o clube nas redes sociais, ao anunciar o resultado da eleição.

Com o resultado do pleito, Maninho seguirá à frente da presidência do Conselho Administrativo. Luiz Antonio Danielli será o vice-presidente de marketing e patrimônio, Paulo Ricardo Magro estará à frente da vice-presidência administrativa e financeira, Cleimar Spessatto será o vice de futebol e Cesair Bartolomei vai liderar a vice-presidência jurídica.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Chapecoense

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.