Gustavo Oliveira/Divulgação
Gustavo Oliveira/Divulgação

Chape continua busca por técnico após 'não' de Eduardo Baptista e Roger Machado

Diretoria também recebeu resposta negativa de Enderson Moreira e Jorginho

Estadão Conteúdo

12 de setembro de 2017 | 19h26

A diretoria da Chapecoense continua em busca de um substituto para o técnico Vinícius Eutrópio, principalmente depois de ouvir "não" de Eduardo Baptista e Roger Machado, além de Enderson Moreira e Jorginho. Enquanto isso, os jogadores se preparam para o primeiro jogo das oitavas de final da Copa Sul-Americana contra o Flamengo, nesta quarta-feira, às 19h15, na Arena Condá, em Chapecó (SC).

"Nós não temos prazo. Já temos o grupo montado para a sequência do trabalho e esse grupo pode ficar até mais dias do que o previsto. Estamos trabalhando com os pés no chão para contratar quem achamos ser o ideal para a Chapecoense", disse o presidente Plínio David Nês Filho.

Enquanto o novo técnico não é definido, o auxiliar Emerson Cris, auxiliar fixo do clube, é quem assume a Chapecoense de forma interina. Ele já tinha ficado no banco de reservas na derrota para o Cruzeiro, no último domingo, porque Vinícius Eutrópio estava suspenso. Cris comandou um treinamento com os portões fechados para a imprensa e praticamente definiu qual será o time que vai começar jogando.

Três jogadores estão de fora: o lateral-esquerdo Roberto, o meia venezuelano Seijas e o atacante Arthur Caíke - vetados pelo departamento médico. Há apenas uma dúvida: o lateral-esquerdo Alan Ruschel começou a atividade como titular e durante o treino foi substituído por Penilla.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolChapecoense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.