Márcio Cunha/ACF
Márcio Cunha/ACF

Chapecoense anuncia demissão do técnico Ney Franco

Treinador estava desde março no comando do time catarinense e sai com um aproveitamento de 35,19% em 18 jogos

Redação, Estadão Conteúdo

24 de julho de 2019 | 22h28

Chegou ao fim a passagem de Ney Franco pela Chapecoense. Após uma reunião realizada na noite desta quarta-feira, a diretoria do time do interior catarinense anunciou a saída do treinador. O auxiliar Rodney Gonçalves também deixou o clube.

"Por toda dedicação e o trabalho desempenhados frente à instituição, a Chapecoense agradece e deseja aos profissionais sucesso em seus futuros projetos", comunicou a diretoria através de uma nota oficial.

Ney Franco assumiu a Chapecoense no fim de março e se despede com um aproveitamento de 35,19%. Em 18 jogos sob seu comando, o clube teve cinco vitórias, quatro empates e nove derrotas.

A demissão do treinador já era esperada depois do presidente Plínio David de Nes Filho não ter garantido sua permanência após a goleada sofrida para o São Paulo, por 4 a 0, na última segunda-feira, no Morumbi.

Enquanto a diretoria não define o substituto de Ney Franco, o auxiliar-técnico fixo do clube, Emerson Cris, assumirá o comando interinamente. A Chapecoense voltará a joga no domingo, contra o Bahia, na Arena Condá, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Sem ganhar há cinco jogos, o time catarinense está na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com apenas oito pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolChapecoenseNey Franco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.