Chapecoense e Atlético-PR empatam sem gols na Arena Condá

Vindos de eliminação na Copa Sul-Americana, Chapecoense e Atlético-PR não conseguiram sair do zero na Arena Condá, em Chapecó (SC). Em jogo válido pela 33ª rodada do Brasileirão, os dois clubes somaram mais um ponto na briga para fugir do fantasma do rebaixamento. O time catarinense chegou aos 40 pontos, na 14.ª posição, enquanto a equipe rubro-negra atingiu os 43, na 12.ª colocação.

ALINE TORRES, ESPECIAL PARA A AE, Estadão Conteúdo

01 Novembro 2015 | 19h10

O público compareceu em bom número no estádio, chegando a 12.419 pagantes. Mas o ingresso não valeu o primeiro tempo, com raros momentos de perigo e muita marcação das duas partes. A equipe da casa teve a melhor chance aos 32, quando Tulio de Melo cabeceou o forte cruzamento de Camilo e obrigou Weverton a fazer milagre para salvar o Atlético-PR.

Os paranaenses ficariam com um jogador a menos ainda nos 45 minutos iniciais, quando Marcos Guilherme chegou mais forte em Thiego e foi expulso direto.

Mesmo em desvantagem numérica, a equipe visitante achou espaço para arriscar o primeiro gol, aos 15 minutos do segundo tempo. Eduardo disparou pela direita, deu um chapéu no marcador, invadiu a área e chutou cruzado, tirando tinta da trave de Danilo.

A resposta da Chapecoense veio aos 22, quando Ananias aproveitou cruzamento rasteiro de Gil e chutou da pequena área. Mais uma vez Weverton salvou. O goleiro atleticano ainda faria mais três defesas até o apito que colocasse fim à partida. Frustração para os mandantes do jogo, que empataram pela segunda vez seguida na Arena Condá.

No próximo fim de semana, o Atlético-PR tem outro catarinense pela frente. Pega o Avaí na Arena da Baixada, a partir das 19h30 de sábado, dia 7. No mesmo dia, a Chapecoense encara no Rio de Janeiro o Fluminense, no Maracanã, às 21h.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE 0 X 0 ATLÉTICO-PR

CHAPECOENSE - Danilo; Apodi, Vilson, Thiego, Dener Assunção; Bruno Silva (Gil), Cleber Santana, Camilo, Maranhão (Hyoran); Ananias (Tiago Luis) e Túlio de Melo. Técnico: Guto Ferreira.

ATLÉTICO-PR - Weverton; Eduardo, Vilches, Kadu, Roberto; Otávio, Barrientos (Daniel Hernández), Sidcley, Nikão (Ricardo Silva); Marcos Guilherme e Cléo (Crysan). Técnico: Cristóvão Borges.

CARTÕES AMARELOS - Cleber Santana e Vilson (Chapecoense); Kadu, Barrientos, Cléo e Ricardo Silva (Atlético-PR).

CARTÕES VERMELHOS - Marcos Guilherme (Atlético-PR).

ÁRBITRO - André Luiz de Freitas Castro (GO).

PÚBLICO - 12.419.

RENDA - R$ 126.640,00.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.