Márcio Cunha / ACF
Márcio Cunha / ACF

Chapecoense empata com o Brasil-RS e deixa o América-MG na liderança da Série B

Jogo na Arena Condá termina sem gols; time gaúcho está próximo de garantir permanência na série B para próxima temporada

Redação, Estadão Conteúdo

03 de janeiro de 2021 | 19h04

Em busca da vitória para reassumir a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B, a Chapecoense só empatou com o Brasil-RS por 0 a 0, na Arena Condá, neste domingo, e viu o América-MG assumir a ponta na 32.ª rodada da competição.

A Chapecoense chegou aos 63 pontos, mesma pontuação que o América-MG, mas ficou na segunda posição por ter menor número de vitórias (18 a 17). Independentemente da perda da liderança, o time catarinense está muito próximo de confirmar o acesso à Série A de 2021.

O empate mantém o Brasil-RS na zona intermediária da classificação, sendo o décimo colocado com 44 pontos. O time gaúcho não perde há quatro jogos, com sequência de duas vitórias e dois empates. Falta pouco para se garantir na Série B em 2021.

Em homenagem ao presidente Paulo Magro, vítima do coronavírus na última semana, todos os jogadores da Chapecoense entraram em campo com o nome do dirigente estampado em suas camisetas. Também foi colocada uma estrela com seu nome nas arquibancadas do estádio, assim como as vítimas do trágico acidente aéreo do time em 2016, na Colômbia.

Com bola rolando, o primeiro tempo foi marcado pela forte marcação do Brasil, enquanto a Chapecoense teve mais posse de bola, mas não conseguiu concretizar em oportunidades de abrir o placar. Nos primeiros 10 minutos, o time gaúcho criou duas grandes chances com Dellatorre. Primeiro aos sete minutos e depois aos 10, quando o atacante ficou cara a cara com o goleiro João Ricardo e finalizou sem direção.

Para não falar que a Chapecoense não conseguiu passar pela marcação visitante, aos 18 minutos, Anselmo Ramon aproveitou cobrança de falta e cabeceou para as redes, porém, o jogador estava em posição irregular e o gol foi anulado pelo assistente.

No segundo tempo, a Chapecoense voltou com postura mais ofensiva e com toques rápidos conseguiu chegar com mais perigo na área do Brasil, que seguiu cauteloso e apostando nos contra-ataques para surpreender.

Em uma das chances da Chapecoense, aos 33 minutos, Bruno Silva cruzou na área, a zaga do Brasil-RS afastou e Foguinho finalizou por cima do goleiro. A bola entraria no gol, mas o zagueiro Héverton tirou de cabeça em cima da linha e mandou para escanteio, numa recuperação incrível do defensor. Antes do apito final, aos 39, o mesmo Foguinho criou nova chance em finalização na ponta da área, mas que parou na marcação do Brasil-RS.

A Chapecoense volta a campo no sábado, quando visitará o Botafogo-SP, às 16h30, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Já o Brasil, na sexta-feira recebe o Avaí, às 16 horas, no estádio Bento Freitas, em Pelotas.


FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 0 X 0 BRASIL-RS

CHAPECOENSE - João Ricardo; Matheus Ribeiro, Felipe Santana, Derlan e Roberto; Anderson Leite (Foguinho), William Oliveira (Alan Santos) e Aylon (Denner); Mike (Felipe Garcia), Anselmo Ramon e Paulinho Moccelin (Bruno Silva). Técnico: Umberto Louzer.

BRASIL-RS - Matheus Nogueira; Felipe Albuquerque (Rodrigo Ferreira), Diego Ivo, Héverton e Alex Ruan (Bruno Santos); Bruno Matias, Sousa, Pablo (Rafael Vinicius) e Matheus Oliveira (Thalles); Dellatorre e Matheusinho (Luiz Henrique). Técnico: Cláudio Tencati.

ÁRBITRO - Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Roberto (Chapecoense); Matheus Oliveira (Brasil-RS).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.