Chapecoense faz três no Atlético-PR e reage na tabela do Brasileirão

Forte marcação e bons contra-ataques ajudaram o time do oeste catarinense a abrir quatro pontos de distância da zona da degola

TOMÁS M. PETERSEN, Estadão Conteúdo

24 Setembro 2014 | 23h13

A Chapecoense fez o dever de casa e venceu o Atlético-PR na noite desta quarta-feira, em Chapecó. O time do oeste catarinense conseguiu anular os ataques do adversário, além de pressionar com mais chegadas ao gol. A vitória por 3 a 0 ajudou o anfitrião a se afastar da zona do rebaixamento.

A Chapecoense chegou aos 27 pontos. Sua diferença para a zona de degola subiu a quatro pontos. Já o Atlético, mesmo com a derrota, se mantém um ponto acima da Chapecoense. A equipe paranaense estacionou nos 28, ainda na parte intermediária da classificação.

O Atlético começou o jogo mostrando mais empenho. Em cinco minutos foram cinco chegadas de perigo à defesa da Chapecoense, que conseguiu afastar com a zaga e até mesmo em defesas do goleiro Danilo. Mas o time da casa reagiu rapidamente, e aos 9 minutos abriu o placar. Em escanteio cobrado por Zezinho, o volante Bruno Silva marcou de cabeça.

A partir do gol, a Chapecoense dominou o território. O Atlético até tentou correr atrás do prejuízo, mas foi bloqueado pela forte marcação do time da casa. Os contra-ataques bem encaixados também colaboraram para os visitantes se perderem no meio-campo.

No segundo tempo, o jogo piorou tecnicamente para os dois times. A equipe paranaense começou a etapa novamente afobada, com três escanteios em três minutos. Já a Chapecoense se defendia como podia. Os chutões se tornaram rotineiros.

Aos 13 minutos do segundo tempo, Bruno Silva subiu novamente para o cabeceio, mas a bola parou nas mãos do goleiro Weverton, em boa defesa. No lance seguinte, foi a vez do Atlético chegar com Hernani pela esquerda, que cruzou para a área, mas o atacante Mosquito não conseguiu alcançar a bola livre.

Aos 20 minutos, novo gol de cabeceio para a Chapecoense, dessa vez pela testa do meia Camilo. E quase no final, quando o jogo estava praticamente decidido, o atacante Leandro conseguiu fechar o terceiro, aos 43 minutos, transformando a vitória em goleada.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE 3 x 0 ATLÉTICO-PR

CHAPECOENSE - Danilo; Ednei, Rafael Lima, Jaílton (Douglas Grolli) e Rodrigo Biro; Bruno Silva (Wanderson), Ricardo Conceição, Zezinho (Nenén) e Camilo; Fabinho Alves e Leandro. Técnico: Jorginho.

ATLÉTICO-PR - Weverton; Sueliton, Gustavo, Cleberson e Willian Rocha (Lucas Olaza); Deivid, Hernani, Bady (Sidcley) e Marcos Guilherme (Marcos Damasceno); Marcelo e Mosquito. Técnico: Claudinei Oliveira.

GOLS - Bruno Silva, aos 9 minutos do primeiro tempo. Camilo, aos 20, e Leandro, aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Gustavo, Willian Rocha (Atlético-PR); Rafael Lima (Chapecoense).

ÁRBITRO - Charles Hebert Cavalcante Ferreira (AL).

RENDA - R$ 76.890,00.

PÚBLICO - 6.805 pagantes.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.