Aguante Comunicação/Divulgação
Aguante Comunicação/Divulgação

Chapecoense ganha do Avaí no clássico catarinense

Tiago Luis e Fabinho Gaúcho garantem vitória na Ressacada

AE, Agência Estado

12 de outubro de 2013 | 18h58

SÃO PAULO - A Chapecoense deu neste sábado um importante passo rumo à divisão de elite do futebol brasileiro. Mesmo jogando no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, ganhou o clássico catarinense contra o rival Avaí, por 2 a 1, pela 29ª rodada da Série B, e se consolidou na vice-liderança. A vitória no clássico deixou a Chapecoense com 56 pontos e um jogo a menos do que os principais adversários. Assim, o time de Chapecó segue o caminho do líder Palmeiras, que já soma 65 pontos e deve confirmar o acesso antecipado nas próximas rodadas.

O Avaí vinha embalado com cinco jogos sem perder - quatro vitórias e um empate - e começou a rodada em terceiro lugar, ameaçando a vice-liderança da Chapecoense. Agora, porém, foi ultrapassado pelo Sport e caiu para a quarta posição, ainda com os mesmos 47 pontos.

A torcida ainda entrava na Ressacada quando o placar foi aberto pela Chapecoense. Logo aos três minutos, Tiago Luis recebeu lançamento, ganhou na dividida de Bruno Maia e, ao ver o goleiro Tiago adiantado, bateu de fora da área, mandando no ângulo. Com o gol, o time visitante recuou e passou a explorar os contra-ataques. Assim, o Avaí tinha muito mais posse de bola, mas encontrava muitas dificuldades para escapar da forte marcação adversária.

Os dois times tiveram grandes oportunidades nos minutos finais, mas quem marcou foi o Avaí. Aos 44, Héracles desceu pela esquerda e cruzou rasteiro para Cléber Santana, que chegou completando de primeira para o gol. O Avaí voltou do intervalo querendo a virada logo nos primeiros minutos, mas quem ficou novamente na frente do placar foi a Chapecoense. Aos 10, Fabinho Gaúcho recebeu de Tiago Luis, passou por Anderson Uchoa e chutou na saída de Tiago, fazendo 2 a 1.

Depois disso, bateu o desespero nos donos da casa, que passaram a errar vários passes e não conseguiam chegar com perigo ao gol de Nivaldo. Na base do contra-ataque, o time de Chapecó quase matou o jogo com Bruno Rangel. O artilheiro da Série B, com 27 gols, desperdiçou uma grande oportunidade após receber passe de Fabinho Gaúcho. Assim, o clássico terminou mesmo nos 2 a 1. Os dois times voltam a campo na terça-feira, pela 30ª rodada da Série B. O Avaí enfrenta o Atlético-GO no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, e a Chapecoense recebe o Ceará, na Arena Condá, em Chapecó.

FICHA TÉCNICA:

AVAÍ 1 X 2 CHAPECOENSE

AVAÍ - Tiago (Vitor); Ricardinho, Alex Lima, Bruno Maia e Heracles; Rodrigo Thiesen (Luciano), Anderson Uchoa, Cléber Santana e Marquinhos; Betinho (Márcio Diogo) e Reis. Técnico - Hemerson Maria.

CHAPECOENSE - Nivaldo; Glaydson, Rafael Lima, Tiago Saletti e Fabinho Gaúcho; Wanderson, Paulinho Dias, Augusto (Radar) e Athos (Diego Felipe); Tiago Luis (Potita) e Bruno Rangel. Técnico - Gilmar Dal Pozzo.

GOLS - Tiago Luis, aos três, e Cléber Santana, aos 44 minutos do primeiro tempo; Fabinho Gaúcho, aos dez minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Jailson Macedo Freitas (BA).

CARTÕES AMARELOS - Rodrigo Thiesen e Marquinhos (Avaí); Tiago Saletti, Bruno Rangel e Tiago Luis (Chapecoense).

RENDA - R$ 215.383,00.

PÚBLICO - 17.108 pessoas.

LOCAL - Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BChapecoenseAvaí

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.