Reprodução/Twitter do Botafogo
Reprodução/Twitter do Botafogo

Chapecoense perde para o Botafogo e está rebaixada no Campeonato Brasileiro

Resultado afasta o time carioca da parte debaixo da tabela e assegura o primeiro rebaixamento da história do clube catarinense

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2019 | 21h46

A Chapecoense está rebaixada no Campeonato Brasileiro após perder para o Botafogo, por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Arena Condá. O time carioca pulou para 42 pontos, agora com seis a mais do que a zona da degola. Rhuan decretou a sua vitória e a queda catarinense.

Seis anos após chegar à Série A partindo da Série D, a Chapecoense amarga o descenso, está na penúltima colocação com apenas 28 pontos, podendo chegar no máximo aos 37 do Ceará, primeiro rival fora da degola. O problema é que o time nordestino tem dez vitórias e a Chapecoense só chegaria a nove se ganhasse seus últimos três jogos.

O primeiro tempo foi sem graça e sem chances, como se ninguém precisasse ganhar para escapar do descenso. Um das únicas chances com certo perigo ocorreu antes mesmo do primeiro minuto. Roberto chutou de longe e Gatito fez boa defesa. Aos 40 minutos, Rhuan bateu de longe e assustou João Ricardo, goleiro da Chapecoense. No mais, os 45 minutos iniciais transcorreram sem emoção e sob chuva.

O segundo tempo começou melhor e com bola na trave. Roberto cruzou e Fernando cabeceou contra o próprio gol, quase abrindo o marcador para a Chapecoense. O Botafogo, porém, também voltou animado e com o pé calibrado. Aos oito minutos, João Paulo deu ótimo passe para Rhuan, que tocou por cima do goleiro catarinense. Foi o primeiro gol dele como profissional.

Após o gol, o jogo voltou a cair de produção e o Botafogo confirmou os três pontos, empurrando a Chapecoense para a Série B.

A Chapecoense voltará a campo no domingo, às 19 horas, quando visitará o Santos na Vila Belmiro pela 36.ª rodada. No sábado, às 19h, o Botafogo receberá o Internacional no Engenhão.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 0 X 1 BOTAFOGO

CHAPECOENSE - João Ricardo; Eduardo, Douglas, Maurício Ramos (Camilo) e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo, Renato (Arthur Gomes); Henrique Almeida, Roberto (Gustavo Campanharo) e Everaldo. Técnico: Marquinhos Santos.

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Fernando, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Yuri; Cícero, João Paulo (Jean) e Alex Santana; Igor Cássio (Luiz Fernando), Diego Souza (Vinícius Tanque) e Rhuan. Técnico: Alberto Valentim.


GOLS - Rhuan, aos oito minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

CARTÕES AMARELOS - Maurício Ramos, Bruno Pacheco (Chapecoense); Gabriel e Alberto Valentim (Botafogo).

RENDA - R$ 63.780,00.

PÚBLICO - 3.582 torcedores.

LOCAL Arena Condá, em Chapecó (SC).

Para Entender

Programação de tv

Veja as principais atrações esportivas do dia

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.