Torino/Divulgação
Torino/Divulgação

Chapecoense perde para Torino em amistoso para homenagear vítimas de tragédias

Equipe catarinense sofre revés por 2 a 0 em duelo na Itália

Estadão Conteúdo

01 Agosto 2018 | 18h49

Em amistoso disputado nesta quarta-feira, o Torino venceu a Chapecoense por 2 a 0, em Turim, na Itália. Os gols da partida saíram no segundo tempo, marcados aos quatro minutos, pelo meia francês Soualiho Meité, e aos 38, pelo lateral-direito italiano Lorenzo De Silvestri.

+ Membros da banda Pussy Riot que invadiram campo durante final da Copa são soltos

O jogo foi idealizado pelo Torino por causa da triste coincidência de os dois clubes terem sido vítimas de tragédias aéreas, responsáveis pelas mortes de jogadores da equipe italiana, em 1949, e da Chapecoense, em 2016. Sobrevivente do acidente de avião na Colômbia, o lateral-esquerdo Alan Ruschel foi titular e ficou em campo por 88 minutos, até ser substituído pelo atacante Régis.

Em pré-temporada antes do início das competições na Itália, o Torino mostrou mais solidez durante a partida e dominou as ações no primeiro tempo, mas não conseguiu abrir o placar, sendo que o zagueiro Bremer, recém-contratado junto ao Atlético Mineiro, foi titular.

A Chapecoense, por sua vez, mandou a Turim um time formado por jogadores reservas, já que o clube disputa nesta quarta-feira o duelo de ida pelas quartas de final da Copa do Brasil, contra o Corinthians, em Itaquera.

As melhores chances na etapa inicial foram perdidas pelo centroavante Andrea Belotti, jogador da seleção italiana. Na melhor delas, aos 33 minutos, o atacante recebeu, sem marcação, quase na marca do pênalti, mas o chute de perna esquerda subiu muito. O meia italiano Daniele Baselli ainda chutou uma bola na trave e o goleiro Tiepo fez bonita defesa em batida de falta do meio-campista espanhol Iago Falque.

A Chapecoense não assustou muitas vezes, mas chegou com perigo após boa troca de passes, que terminou em lançamento para Leandro Pereira ajeitar e Júnior Santos chutar por cima. O meio-campista Jean Roberto até tentou fazer um gol do meio de campo, mas a bola saiu por cima do gol.

A partida amistosa teve muitas substituições no segundo tempo, mas o gol de Maité saiu antes da maioria das alterações. O meio-campista francês roubou bola na entrada da área, cortou para a perna esquerda e chutou cruzado, no canto esquerdo de Tiepo, que fez boa partida.

Já De Silvestri precisou fazer dois gols para valer um, já que a arbitragem deu impedimento no lance de cabeça em que ele balançou as redes, aos 23 minutos. Mais tarde, o lateral-direito invadiu a área e chutou forte, sem chance para Tiepo. Antes de o Torino ampliar o placar, Vinicius perdeu a oportunidade do empate, dentro da pequena área, mas erro no domínio facilitou a defesa do goleiro uruguaio Salvador Ichazo.

 

 

Mais conteúdo sobre:
futebol Chapecoense Torino

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.