Márcio Cunha/ACF
Márcio Cunha/ACF

Evitar a queda antecipada para a Série B é o objetivo da Chapecoense contra o Ceará

Clube catarinense corre risco de ser rebaixado nesta rodada em caso de derrota para a equipe cearense

Redação, Estadão Conteúdo

17 de novembro de 2019 | 16h08

A Chapecoense precisa derrotar o Ceará, às 18 horas deste domingo, na Arena Condá, para ganhar uma sobrevida no Campeonato Brasileiro. Caso seja derrotada pelo time cearense, a equipe de Chapecó correrá o risco de ser rebaixada para a Série B ao fim da 33.ª rodada.

Se perder em casa, a Chapecoense vai cair com um empate do Botafogo com o Athletico-PR, também neste domingo, na Arena da Baixada, e uma vitória do Cruzeiro sobre o Avaí, nesta segunda-feira, no Mineirão.

Pelas palavras do técnico Marquinhos Santos fica claro que a Chapecoense já está começando a se preparar para encarar a segunda divisão em 2020.

"Se houver a questão do descenso, que hoje é uma realidade e tem se tornado cada vez mais próximo, mas matematicamente ainda não está, não tenho dúvida de que o clube vai voltar e ter uma ascensão ainda mais forte a partir de 2020."

O clube do interior catarinense amarga a penúltima colocação do Brasileirão, com apenas 22 pontos, enquanto o Ceará, que também luta contra o rebaixamento, soma 36. Para tentar manter as chances de sobrevivência no torneio, Marquinhos Santos deverá contar com a volta do zagueiro Douglas.

O capitão ainda sente dores nas costas por causa de uma contratura lombar, mas já trabalha com o restante do elenco e poderá ser uma das novidades. Douglas treinou ao lado de Amaral e tem esperança de jogar. "Tenho um pouco de dor, mas preciso treinar para ver se vou ter condições de jogar domingo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.