Chapecoense repassa R$ 40 mil para cada uma das 68 famílias de vítimas do acidente

Chapecoense repassa R$ 40 mil para cada uma das 68 famílias de vítimas do acidente

Clube distribui valor arrecadado nos últimos meses para os parentes dos 68 brasileiros que estavam a bordo

O Estado de S. Paulo

09 de março de 2017 | 15h45

A Chapecoense divulgou no fim da tarde de quarta-feira as contas finais do valor arrecadado para destinar como doação às famílias das 68 vítimas brasileiras do acidente aéreo de novembro com a delegação do clube, na Colômbia. Segundo balanço publicado pela diretoria da equipe catarinense, o montante recebido foi de R$ 2,9 milhões. Descontados os impostos, o repasse foi de R$ 40,2 mil.

A divisão do total foi feita de forma igualitária. A Chapecoense colocou como destinários das transferências bancárias todas os passageiros brasileiros a bordo no avião da LaMia. A conta inclui mesmo quem não tinha vínculo empregatício com o clube, como convidados e jornalistas, e também os quatro sobreviventes: o radialista Rafael Henzel, o goleiro Follmann, o zagueiro Neto e o lateral-esquerdo Alan Ruschel.

Entre as fontes de renda estão jogos amistosos, valores repassados por empresas, multas do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e doações de torcedores. O maior montante veio do amistoso entre Brasil x Colômbia, no Rio, realizado em janeiro. O jogo rendeu mais de R$ 1 milhão em bilheteria.

A diretoria efetuou os repasses às famílias no começo de março. No comunicado, o clube afirmou que a partir de agora, eventuais doações deverão ser encaminhadas à Associação de Familiares e Funcionários, que está em fase de constituição. Entre novos valores a serem enviados está uma doação feita pelo São Paulo, que arrecadou R$ 148 mil em um leilão de camisas no fim do ano passado.

Além desses valores, o clube revelou ter recebido doações com o propósito de auxiliar na reconstrução do clube. Os repasses com essa finalidade não foram incluídos no montante destinados aos familiares.

 

Tudo o que sabemos sobre:
ChapecoenseLaMia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.