Márciio Cunha/Chapecoense
Márciio Cunha/Chapecoense

Chapecoense tem 14 casos de coronavírus e jogo contra o Avaí é adiado

Superintendência de Vigilância em Saúde Estadual adiou a partida que seria realizada neste domingo, pelas quartas de final do Campeonato Catarinense

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de julho de 2020 | 17h13

O jogo entre Avaí e Chapecoense, que seria realizado neste domingo pelas quartas de final do Campeonato Catarinense, foi adiado pelo Governo de Santa Catarina. A Superintendência de Vigilância em Saúde Estadual informou que tomou a medida após uma equipe ter 14 casos confirmados do novo coronavírus.

Mais cedo, o Avaí divulgou que todos os testes realizados para a covid-19 deram negativos. Com isso, os 14 casos confirmados foram de jogadores e funcionários da Chapecoense, que não confirmou o número de casos nem o nome dos profissionais infectados.

"Uma das equipes teve 14 casos confirmados para Covid-19 e será necessário afastamento de todos os atletas para seguir as medidas necessárias de proteção. A Secretaria de Estado da Saúde segue atenta a qualquer avanço de transmissão e essas medidas são tomadas para resguardar a saúde de todos", diz trecho da nota divulgada pelo Governo de Santa Catarina.

A partida seria realizada neste domingo, às 16h, na Ressacada, em Florianópolis. Com o cancelamento, três outros jogos vão ocorrer neste domingo:  Marcílio Dias x Criciúma (às 11h), Figueirense x Juventus (às 18h30) e Brusque x Joinville (às 21h), todos válidos pelas quartas de final do Campeonato Catarinense.

A competição foi retomada na última quarta-feira, após quase quatro meses paralisadas por causa da pandemia do novo coronavírus. Ainda não há nova data para a partida entre Avaí e Chapecoense acontecer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.