Marcio Cunha/Chapecoense
Marcio Cunha/Chapecoense

Chapecoense terá treinos individuais e através de plataforma virtual

Jogadores vão receber uma bola cada para treinarem e comissão técnica vai acompanhar os trabalhos online

Redação, Estadao Conteudo

04 de maio de 2020 | 19h06

A Chapecoense, assim como os outros clubes do estado e a Federação Catarinense de Futebol, ainda aguarda uma posição oficial do Governo de Santa Catarina para saber como proceder em casos de treinos e jogos. Enquanto isso, o clube de Chapecó (SC) definiu que os treinos serão feitos individualmente e através de plataforma virtual.

"Após reunião realizada na manhã desta segunda-feira entre diretoria, departamento médico e comissão técnica, a Associação Chapecoense de Futebol definiu que os treinos do elenco profissional serão realizados individualmente através de plataforma virtual. A decisão, válida a partir desta data, se mantém enquanto não surgirem novas determinações", diz a nota oficial da Chapecoense.

Os jogadores, segundo a assessoria de imprensa do clube, receberão uma bola cada para treinarem em casa e a comissão técnica, comandada por Umberto Louzer, acompanhará os treinos online.

"O clube reitera que segue aguardando um novo posicionamento do Governo do Estado de Santa Catarina e dos órgãos de saúde que libere a apresentação presencial. Quando isto ocorrer, serão tomadas as medidas cabíveis para o retorno das atividades em segurança, concluiu a Chapecoense em nota oficial.

O técnico Umberto Louzer revelou que o clube vai procurar providenciar os kits e vacinas para os jogadores quando as atividades presenciais forem liberadas pelo governo estadual.

"A princípio foi definido isso (treinos online). A partir do momento que liberarem para treinar em grupos reduzidos, a gente também vai acatar, desde que todos estejam vacinados e testados. Para isso precisa ter os kits e as vacinas, que o clube vai providenciar", contou Louzer.

A Chapecoense, apesar de ter ficado boa parte do Campeonato Catarinense na zona de rebaixamento, conseguiu a classificação e, na oitava posição, vai encarar o líder Avaí nas quartas de final em jogos de ida e volta. O mata-mata ainda não tem datas e nem horários definidos pela Federação Catarinense de Futebol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.