Chapecoense vence Avaí e retoma liderança isolada

Foram 45 dias longe de sua torcida e o reencontro não poderia ter sido melhor para a Chapecoense. Na tarde deste sábado, o time derrotou o Avaí, por 3 a 1, na Arena Condá, em Chapecó, no clássico catarinense, e conseguiu recuperar a liderança isolada da Série B do Campeonato Brasileiro. A partida valeu pela décima rodada.

AE, Agência Estado

27 de julho de 2013 | 18h37

O reencontro com a ponta poderia ter acontecido na última semana, mas o duelo contra o América-MG foi adiado devido ao mau tempo. Sem entrar em campo, a Chapecoense havia perdido a ponta para o Palmeiras. Mas, com a vitória segue como único time invicto da Série B, chegou aos 23 pontos e retomou a liderança. O time da capital catarinense, por outro lado, está afundado na zona de rebaixamento e estendeu a sequência negativa para sete jogos - cinco derrotas e dois empates.

Pressionado pela crise e pela proximidade com a zona de rebaixamento, o Avaí começou melhor. As ações do time da capital eram comandadas pelo meia Marquinhos Santos. Em duas jogadas de bola parada, ele exigiu duas boas intervenções de Nivaldo.

Com o passar do tempo, os donos da casa encontraram o caminho para chegar ao gol adversário pelo lado esquerdo, nas costas do lateral Ricardinho. Pelo setor, Paulinho Dias foi lançado e só não marcou pois o zagueiro Leandro Silva tirou em cima da linha. Na cobrança de escanteio, em seguida, Dão aproveitou cruzamento preciso e marcou aos 28 minutos de cabeça.

Com o gol, os donos da casa pressionaram e conseguiram aumentar a vantagem antes do final da primeira etapa. Aos 43 minutos, Athos recebeu passe de Anderson Pico e mandou no contrapé de Diego.

Atrás do resultado, o técnico Hemerson Maria voltou dos vestiários com mais um atacante. Luciano entrou na vaga de Alê. Os mandantes conseguiram controlar bem o jogo e evitaram que o adversário fizesse algum tipo de pressão. O time ainda conseguiu ampliar a vantagem.

Aos 19 minutos, Bruno Rangel ficou ligado após cobrança de escanteio e apareceu livre de marcação para apenas empurrar cruzamento rasteiro de Wanderson: 3 a 0. Ele lidera a artilharia com 11 gols. Valente, o Avaí não desistiu de procurar o gol e conseguiu diminuir. Luciano aproveitou rebote de Nivaldo e bateu cruzado de perna esquerda.

Apesar do placar praticamente definido, o jogo ficou bastante aberto e cada equipe criou uma grande chance de marcar. Márcio Diogo tentou para os visitantes, mas acabou batendo para fora. Assim como Athos, que recebeu bom passe de Soares, em contra-ataque, mas bateu rende à trave esquerda.

Os dois times voltam a campo na terça-feira, quando a Série B terá rodada completa. A Chapecoense enfrenta o Ceará, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, às 19h30. No mesmo horário, o Avaí recebe o Atlético-GO.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE 3 X 1 AVAÍ

CHAPECOENSE - Nivaldo; Glaydson, André Paulino, Dão (Alemão) e Anderson Pico; Augusto, Wanderson, Paulinho Dias e Athos (Diego Felipe); Fabinho Alves (Soares) e Bruno Rangel. Técnico - Gilmar Dal Pozzo.

AVAÍ - Diego; Ricardinho, Leandro Silva, Bruno Maia e Héracles; Alê (Luciano), Eduardo Costa, Cléber Santana e Marquinhos (Diego Jardel); Marcio Diogo e Tauã (Reis). Técnico Hemerson Maria.

GOLS - Dão, aos 28, e Athos, aos 43 minutos do primeiro tempo; Bruno Rangel, aos 19, e Luciano, aos 25 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Bráulio da Silva Machado (SC)

CARTÕES AMARELOS - Bruno Maia e Héracles (Avaí); Athos e Wanderson (Chapecoense).

PÚBLICO e RENDA - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolChapeconseAvaíSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.