Reprodução/Site oficial Criciúma
Reprodução/Site oficial Criciúma

Chapecoense vence Criciúma fora de casa e avança à 4ª fase da Copa do Brasil

Após 3 a 2 no jogo de ida, time faz 2 a 0 na casa do adversário e aguarda sorteio para saber adversário

Redação, Estadão Conteúdo

10 de abril de 2019 | 22h06

Em um duelo catarinense, a Chapecoense levou a melhor sobre o Criciúma e garantiu a classificação para a quarta fase da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, com uma vitória por 2 a 0, no estádio Heriberto Hulse.

Na ida, em casa, a Chapecoense havia triunfado por 3 a 2. Por isso, tinha a vantagem do empate em Criciúma. A classificação rende R$ 1,9 milhão aos cofres do time alviverde, que terá seu adversário definido em sorteio a ser realizado pela CBF.

Logo aos três minutos, Gum falhou ao tentar dominar e derrubou Vinícius dentro da área. O árbitro Leandro Pedro Vuaden assinalou pênalti para revolta dos jogadores da Chapecoense. Na cobrança, Reis tirou de Vagner, mas a bola explodiu na trave.

Como tinha a vantagem do empate, a Chapecoense procurava controlar a posse da bola e não dar espaços para o contra-ataque do Criciúma. Aos 27 minutos, Maicon cruzou e Andrew cabeceou com perigo, quase marcando o primeiro dos donos da casa.

O goleiro Bruno Grassi era mero espectador até os 45 minutos, quando a Chapecoense abriu o placar em um contra-ataque perfeito. Victor Andrade recebeu de Elicarlos e bateu cruzado.

A etapa final começou morna. O Criciúma tinha mais posse de bola, mas não conseguia chegar com perigo ao gol de Vagner. A entrada de Léo Gamalho no lugar de Reis fez o time abusar dos cruzamentos para a área.

E quase que a Chapecoense liquida a partida aos 17 minutos. Campanharo cobrou escanteio, Everaldo desviou de cabeça e Bruno Grassi salvou. A resposta do Criciúma veio em finalização de Daniel Costa nas mãos de Vagner.

O placar do duelo foi fechado aos 32. Rildo aproveitou cruzamento vindo da esquerda, dominou e só tirou de Bruno Grassi. O segundo gol da Chapecoense fez alguns torcedores do Criciúma deixarem o Heriberto Hulse antes do apito final, já que os donos da casa precisariam fazer três.

Entregue em campo, o Criciúma não conseguiu sequer um gol e agora volta suas atenções para o Campeonato Catarinense, onde faz a semifinal no domingo contra o Avaí, na Ressacada. No mesmo dia, a Chapecoense recebe o Figueirense, na Arena Condá.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.