Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Chará pede 'sacrifício' no Atlético-MG e confia em vitória sobre o Palmeiras

Equipe mineira vê ameaçada vaga na Libertadores de 2019

Estadão Conteúdo

05 Novembro 2018 | 19h50

Com apenas uma vitória nos últimos oito jogos e vindo de três derrotas seguidas, o Atlético-MG está pressionado. O time mineiro estacionou na sexta colocação do Campeonato Brasileiro, com 46 pontos, e já vê ameaçada a vaga que parecia certa na próxima Libertadores. Por isso, a ordem é voltar a vencer de qualquer jeito no fim de semana.

"Precisamos vencer, independente de quem seja o adversário. Ganhar traz sempre felicidade e confiança. Teremos um rival complicado no final de semana e seria lindo ganhar, retomar o jogo que a equipe mostrou nos primeiros jogos. Para isso, é trabalho, sacrifício e empenho de cada um", declarou o atacante Chará nesta segunda-feira.

O problema é que o Atlético-MG terá pela frente no domingo, no Independência, o Palmeiras, líder disparado do Brasileirão e também precisando vencer para se aproximar do título. Mesmo assim, o jogador colombiano se mostrou confiante no resultado positivo.

"Vamos enfrentar as partidas que faltam com responsabilidade e seriedade para buscar os resultados. Sabemos que não é fácil reverter essa situação, mas temos que trabalhar e nos esforçar muito porque a equipe merece voltar a vencer. E esperamos que isso aconteça já no próximo final de semana", afirmou.

O lateral Emerson também mostrou-se confiante, mas exaltou a importância da torcida na busca pela vitória. "Quero pedir para a torcida nos apoiar porque, para a gente, também não está sendo um momento fácil. Sentimos muito isso, então, quanto mais pessoas estiverem do nosso lado, mais fácil é sair dessa situação porque. Podemos sair dessa situação junto com os torcedores, se eles fecharem com a gente para podermos buscar o resultado positivo em casa."

O elenco do Atlético-MG se reapresentou nesta segunda-feira na Cidade do Galo, após a derrota de sábado para o Grêmio, e realizou o primeiro treino visando o Palmeiras. O técnico Levir Culpi não poderá contar com o volante Matheus Galdezani, suspenso, mas terá os retornos de Patric e Luan, que cumpriram suspensão no fim de semana.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.