Chedid muda jogo da Copa do Brasil

O dirigente Nabi Abi Chedid continua com muito prestígio junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Depois de dar um drible na Federação Paulista e conseguir incluir o Bragantino como convidado na Copa do Brasil, ele transferiu a estréia do time contra o Paraná Clube. A primeira participação do time na competição aconteceria quarta-feira, mas só vai ser realizada dia 6 de fevereiro, no estádio Marcelo Stéfani, em Bragança Paulista.O time paulista recebeu um comunicado oficial da CBF nesta segunda-feira. A indicação do Bragantino foi contestada pelo Bandeirante Esporte Clube, de Birigüi, que conquistou o título da Copa do Interior no ano passado e esperava ser indicado pela FPF. Em nota oficial da entidade para o clube, o presidente Eduardo José Farah esclareceu que fez a indicação do Bandeirante à CBF, mas que a entidade máxima do futebol brasileiro não levou em conta a sugestão. Por critério político, o Bragantino foi convidado ao lado de mais 16 clubes. Os outros 48 participantes obedecem critérios técnicos.O técnico Antonio Augusto, o Pardal, aprovou o adiamento da estréia, mesmo porque ele teve muitas dificuldades para escalar o time na estréia no Campeonato Paulista da Série A-2, sábado, quando venceu o Nacional, por 3 a 2, na capital. Assim ele ganhou mais 15 dias para aperfeiçoar o time, que volta a atuar pelo Paulistinha contra Marília, domingo, em Bragança.Em Curitiba, o técnico Paulo Bonamigo, do Paraná, também gostou do adiamento. "Estamos começando a temporada e ainda temos muito trabalho pela frente", comentou. O regulamento prevê que uma vitória por dois gols de diferença evita a realização do segundo confronto.

Agencia Estado,

21 de janeiro de 2002 | 16h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.