John Raoux/AP
John Raoux/AP

Chefe da MLS indica que Tata Martino vai substituir Osorio na seleção do México

Elogiado nos EUA, ex-técnico da seleção da Argentina e do Barcelona deverá deixar o Atlanta United

Estadão Conteúdo

16 de novembro de 2018 | 16h06

Gerardo Martino, atualmente no comando do Atlanta United, dos Estados Unidos, deve ser o próximo treinador da seleção do México. Don Garber, comissário da Major League Soccer (MLS), a liga americana de futebol, foi quem indicou que o acerto está próximo de acontecer.

Em uma conversa com jornalistas durante a conferência SoccerEx, em Miami, na última quinta-feira, Garber felicitou as autoridades do futebol mexicano pela forma "agressiva" que eles usaram na negociação com Martino, que acumula passagens pelo Barcelona e pela seleção argentina.

"Eu sou amigo próximo de Enrique (Bonilla, presidente da Liga Mexicana) e Yon de Luisa (presidente da Federação Mexicana de Futebol) e eles foram ousados", disse Garber. "Eles foram muito agressivos em tomar o Tata, que, a propósito, antes de chegar à MLS, não estava no radar da seleção mexicana", acrescentou.

Garber elogiou Martino, dizendo que o treinador elevou o nível do futebol nos Estados Unidos. "Tata trouxe um nível de respeito e credibilidade para nossa liga com o que ele fez no Atlanta United, e isso mostra que podemos ser um modelo de liga", elogiou.

Sob a orientação de Martino, o Atlanta United se classificou para os playoffs em sua primeira temporada e, em seguida, teve uma das melhores campanhas no história da MLS.

O nome de Martino, que recentemente ganhou o prêmio de Treinador do Ano na MLS, soou forte para assumir o comando do México, que está sem treinador desde que o colombiano Juan Carlos Osorio não renovou o seu contrato após a participação na Copa do Mundo na Rússia, em que os mexicanos foram eliminados pelo Brasil nas oitavas de final.

Tanto Martino quanto a federação mexicana não confirmaram a contratação, embora o ex-treinador da Argentina e do Barcelona adiantou que não vai continuar à frente do Atlanta United na próxima temporada.

A seleção mexicana tem sido comandada interinamente pelo brasileiro Ricardo Ferretti, conhecido como Tuca, e que é treinador do Tigres. Ferretti disse que "não vai falar sobre isso até que a contratação de Martino seja confirmada". Ele estará à beira do gramado no amistoso do México contra a Argentina nesta sexta-feira, em Córdoba.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.