Chefes de governo de Espanha e Itália viajarão a Kiev para final da Eurocopa

BRUXELAS - O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, e o primeiro-ministro da Itália, Mario Monti, que estão em Bruxelas para a reunião de Cúpula da União Europeia, confirmaram nesta sexta-feira que estarão no Estádio Olímpico de Kiev para assistir à final da Eurocopa, entre as seleções dos dois países.

EFE

29 de junho de 2012 | 16h01

Assim como outros líderes do continente, Rajoy e Monti decidiram não assistir a outras partidas na Ucrânia em sinal de protesto contra as autoridades do país pela prisão da ex-primeira-ministra Yulia Tymoshenko.

"Acho que é minha obrigação e portanto assistirei ao jogo. Ainda decidiremos como será a viagem, conversaremos com nossos parceiros da UE, mas a princípio estaremos lá", disse o presidente do Governo da Espanha, que fez elogios à 'Fúria'.

"É uma equipe que conseguiu enormes sucessos, que está jogando muito bem e que por isso representa um orgulho para muitos espanhóis", comentou.

Por sua vez, Monti brincou em entrevista coletiva com o fato de a chanceler alemã, Angela Merkel, ter dito a ele que iria à decisão em Kiev caso a Alemanha se classificasse. "Isso teria excluído a presença da Itália", lembrou o premiê.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.