Chegada de Jardel provoca confusão

A chegada do atacante brasileiro Jardel em Portugal para assinar um contrato com o Sporting provocou confusão no aeroporto de Lisboa. Mais de 400 torcedores do time bloquearam a área de chegadas do terminal, com cânticos e gritando o nome do jogador, que estava no Galatasaray da Turquia e foi artilheiro do Campeonato Português nos três anos que jogou pelo Porto. Neste período, também foi duas vezes o jogador que mais marcou no continente.Os torcedores - muitos da Juve Leo, considerada a torcida maisviolenta do país - ficaram mais de uma hora e meia esperando: Jardeldeveria chegar de Madri no vôo das 16h30, mas só desembarcou no das 18 horas. Quando o jogador saiu, o empurra-empurra chegou a derrubar um dos muitos polícias que tentavam conter as pessoas. Na saída do aeroporto, o jogador foi lacônico, mas prometeu marcargols: "Espero que a bola chegue na área e aí eu faço". No Estádio de Alvalade, cerca de dois mil torcedores ficaram mais demeia hora depois do final do treino, esperando para ver o jogador. Jardel estava no clube fazendo os testes médicos, que são uma das condições para assinar o contrato. Para a torcida, Jardel chega como um salvador. Em três rodadas docampeonato o Sporting já tem duas derrotas e apenas uma vitória,ficando a quatro pontos do líder Benfica.A assinatura do contrato só deve acontecer nesta quinta-feira, mas o clube turco Galatasaray diz que o negócio ainda não está fechado. A contratação de Jardel deve ser a última do futebol português neste início do campeonato. O prazo para inscrição de jogadores se encerra nesta sexta-feira, só abrindo de novo em meados de dezembro. Na transferência para Portugal, Jardel vai perder dinheiro. Ele tinhacom o clube turco um contrato por mais três anos que dava cerca de 2,5 milhões de dólares por ano. No Sporting, ele deverá receber perto de 140.000 dólares por mês - cerca de 1,7 milhões por ano.A assinatura do contrato deve terminar uma longa novela. O jogador já teve um pré-contrato com o Benfica, chegou a estar com tudo certo para jogar no Porto, teve negociações até segunda-feira com o Olympique de Marselha e ainda recebeu propostas na Espanha e na Itália.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.