Cheio de energia, Cafu completa 36 anos em plena Copa

O lateral-direito Cafu entrou no campo do CT SportPark, em Königstein (Alemanha), na manhã desta quarta-feira, com um motivo a mais para comemorar. Além de poder participar de sua quarta Copa consecutiva, o jogador festejou seu 36.º aniversário e está mostrando que tem muita energia e disposição para encarar mais um Mundial na sua carreira. "Essa é uma data maravilhosa. Principalmente por estar em uma Copa. Agora estou mais experiente", brincou Cafu, em entrevista na véspera de seu aniversário.O jogador comentou que só tem a agradecer por tudo o que conquistou na sua vida. "Independente do que acontecer na Copa, já sou um vitorioso. Tanto na minha carreira no futebol quanto na minha vida pessoal", disse o lateral, que nasceu no mesmo dia em que o Brasil venceu a Inglaterra por 1 a 0 (gol de Jairzinho), pela segunda rodada da primeira fase da Copa do Mundo de 1970, no México.E não é para menos que ele já se considere um vitorioso na vida. Além de inúmeros títulos pelos clubes em que passou - São Paulo, Palmeiras, Roma e Milan -, o lateral está cheio de números grandiosos na seleção brasileira. Só para listar alguns, Cafu é o recordista de jogos com o time nacional (146) e o único no mundo a jogar três finais consecutivas de Copa do Mundo (1994, 1998 e 2002).Para completar, alguns recordes poderão ser quebrados pelo lateral-direito durante o Mundial da Alemanha. Cafu precisar jogar apenas três partidas para ultrapassar o volante Dunga e o goleiro Taffarel como o atleta brasileiro com maior números de jogos em Copas - são 16 contra 18 dos ex-companheiros. Outra marca é ser o único jogador do mundo a levantar, como capitão, a taça do Mundial por duas vezes seguidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.