Chelsea aumenta proposta por Robinho para R$ 150 milhões

Sem Kaká, clube inglês deposita suas esperanças no atacante brasileiro do Real Madrid, a pedido de Felipão

Ansa

15 de julho de 2008 | 09h35

Após oferecer 48 milhões de euros na última sexta-feira ao Real Madrid para levar Robinho, Peter Kenyon, diretor-geral do Chelsea, foi nessa segunda à sede do clube espanhol para anunciar o aumento da proposta para 60 milhões de euros (R$ 150 milhões), informou nesta terça o jornal inglês The Guardian.A nova oferta parece satisfazer o clube espanhol que, no entanto, segundo respondeu seu diretor esportivo, Predrag Mijatovic, quer assegurar a contratação de Cristiano Ronaldo antes de dar sinal verde à ida de Robinho.O jogador brasileiro, por sua vez, já teria aprovado a transferência para o clube londrino, feliz em poder trabalhar ao lado do técnico Luiz Felipe Scolari."Seria um sonho poder trabalhar com Luiz Felipe Scolari, um dos melhores treinadores do mundo. Sempre o admirei e ele sempre falou bem de mim. Em 2003, quando ainda era desconhecido na Europa, joguei uma partida beneficente sob seu comando. Foi breve mas intenso", disse Robinho.Já seu empresário, Wagner Ribeiro, não escondeu uma certa irritação pelo tratamento reservado a Robinho nas últimas semanas pelo Real Madrid."Não estão tratando ele como merece. Sobretudo não aceitamos o fato de que tenha sido inserido na negociação para a aquisição de Ronaldo. O dinheiro não é problema para nós, para Robinho interessa deixar a Espanha para jogar com Scolari no Chelsea. Ele tem uma ótima proposta", disse Ribeiro.De acordo com o empresário, apenas um detalhe impede que a negociãção seja imediatamente fechada. "O Robinho cumpriu três anos do contrato de cinco anos que tem com o Real Madrid e, de acordo com a Fifa, o jogador ou o clube interessado tem o direito de apenas pagar a multa rescisória referente ao tempo restante do contrato, mas os principais clubes da Europa fizeram um acordo para evitar que isto aconteça, o que dificulta a negociação do Robinho", afirmou, em entrevista à rádio Jovem Pan.(Atualizada às 14h05 para acréscimo de informações)

Tudo o que sabemos sobre:
Chelsea FCRobinhoReal Madrid

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.