Scott Heppell/AP
Scott Heppell/AP

Chelsea bate Hull City e vira líder provisório do Campeoanto Inglês

Equipe de José Mourinho torce agora contra Arsenal e Manchester City

AE, Agência Estado

11 de janeiro de 2014 | 12h44

HULL - No embolado Campeonato Inglês, qualquer vitória pode significar um salto significativo na tabela, e foi isso o que aconteceu com o Chelsea neste sábado. Mesmo sem ser brilhante, o time londrino derrotou o Hull City fora de casa, por 2 a 0, na abertura da 21.ª rodada, e assumiu a liderança provisória da competição. Hazard e Fernando Torres marcaram.

O resultado levou o Chelsea a 46 pontos, saltando da terceira para a primeira posição, deixando para trás Arsenal e Manchester City, que ainda atuam na rodada. A equipe de José Mourinho volta a campo no dia 19, quando pega o Manchester United, em casa. Já o Hull City estacionou nos 23 pontos, em décimo, e atua novamente no sábado que vem, contra o Norwich, fora de casa.

O Chelsea teve o comando do jogo desde o início neste sábado, mas, com dificuldade para furar o bloqueio adversário, pouco criava. A primeira grande chance da equipe surgiria somente aos 32 minutos, quando Hazard cruzou, a bola passou por Torres e sobrou para Oscar. O brasileiro dominou na marca do pênalti e encheu o pé, mas McGregor fez defesa espetacular e evitou o gol.

O que parecia ser o início de uma pressão dos visitantes não passou de um susto e a partida voltou a ficar morna. Hazard era a única fonte de criatividade da equipe londrina, que mantinha a posse, tocava de um lado para o outro, mas sequer conseguia chutar a gol.

Isso até os 11 minutos do segundo tempo, quando o Chelsea finalmente abriu o placar. David Luiz iniciou a jogada e achou Ashley Cole, que tocou de letra para Hazard. O belga levou a bola para o meio, ameaçou bater, tirou um zagueiro da jogada e aí sim tocou no canto esquerdo do goleiro.

O gol tranquilizou o Chelsea, que não sofria sustos na defesa. Com isso, o time londrino foi administrando a partida, até que em um lampejo de Fernando Torres conseguiu aumentar. Aos 41 minutos, Willian tocou para o espanhol, que encarou a defesa, cortou para o pé esquerdo em velocidade e bateu rasteiro para a rede.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.