Chelsea e Atlético de Madrid definem finalista da Liga dos Campeões

Após a ida morna, times se encontram em Londres para disputar vaga na decisão em Lisboa

EFE

30 de abril de 2014 | 09h45

LONDRES - O segundo finalista da Liga dos Campeões saíra nesta quarta-feira. No Stamford Bridge, em Londres, Chelsea e Atlético de Madrid entram em campo em um confronto em que a conta é simples. Quem vencer, garante a presença na decisão, em Lisboa. Em caso de empate com gols, os espanhóis vão encarar os rivais do Real Madrid. Um novo 0 a 0 leva a disputa para a prorrogação.

Por ter atuado em casa na última semana, o Atlético de Madrid até saiu um pouco mais para o jogo no segundo tempo, mas mantendo uma alta dose de cautela. Os 'Blues', por sua vez, "colocaram um ônibus" no gol e deram uma aula de como se defender, o que se repetiu no último domingo na importante vitória sobre o Liverpool por 2 a 0, que manteve a equipe de Londres viva na luta pelo título inglês.

A retranca gerou críticas ao time comandado por José Mourinho na Inglaterra, mas o treinador português não parece disposto a mudar seu estilo. De quebra, ele ainda tentou colocar o técnico adversário, Diego Simeone, ao seu lado como alvo.

"David Villa jogará a partida inteira ou apenas cinco minutos como na ida? Não sei. Talvez comecemos como terminamos contra o Paris Saint-Germain, com (Fernando) Torres, (Demba) Ba e (Samuel) Eto'o à frente. Somos a única equipe da Champions que terminou um jogo com três atacantes ao mesmo tempo", disse o treinador, em referência ao segundo duelo com o PSG, vencido por 2 a 0 nos minutos finais, após derrota por 3 a 1 na ida.

"O futebol está cheio de filósofos, cheio de gente que entende muito mais que eu. Cheio de gente com teorias filosóficas inventadas", acrescentou.

O Chelsea não poderá contar com os meio-campistas Frank Lampard e John Obi Mikel, suspensos. Por outro lado, o zagueiro John Terry e o meia Eden Hazard se recuperaram de lesão e tiveram a volta confirmada pelo próprio Mourinho. Também lesionado, o goleiro Petr Cech treinou nesta terça, mas ainda é dúvida.

Campeão em 2012 e vice em 2008, o time londrino ne acostumou às fases finais da 'Champions'. Já o Atlético não sabe o que é decidir o torneio desde 1974, quando foi derrotado pelo Bayern de Munique na decisão.

Para quebrar o jejum, os 'colchoneros' se apoiam na invencibilidade na atual edição do torneio. A equipe é a única que ainda não foi derrotada. Diego Simeone fará duas mudanças em relação à partida no Vicente Calderón. Suspenso, o volante Gabi Fernández dará vaga a Tiago, enquanto o meia Arda Turan, recuperado de contusão, entrará em lugar do brasileiro Diego.

Prováveis escalações:

CHELSEA: Schwarzer (Cech); Ivanovic, Cahill, Terry e Azpilicueta (Cole); David Luiz e Ramires; Schürrle, Willian e Hazard; Torres (Eto'o). Técnico: José Mourinho.

ATLÉTICO DE MADRID: Courtois; Juanfran, Miranda, Godín e Filipe Luis; Tiago e Mario Suárez; Koke, Arda Turan e Raúl García; Diego Costa. Técnico: Diego Simeone.

Árbitro: Nicola Rizzoli (Itália).

Estádio: Stamford Bridge, em Londres

A retranca gerou críticas ao time comandado por José Mourinho na Inglaterra, mas o treinador português não parece disposto a mudar seu estilo. De quebra, ele ainda tentou colocar o técnico adversário, Diego Simeone, ao seu lado como alvo.

"David Villa jogará a partida inteira ou apenas cinco minutos como na ida? Não sei. Talvez comecemos como terminamos contra o Paris Saint-Germain, com (Fernando) Torres, (Demba) Ba e (Samuel) Eto'o à frente. Somos a única equipe da Champions que terminou um jogo com três atacantes ao mesmo tempo", disse o treinador, em referência ao segundo duelo com o PSG, vencido por 2 a 0 nos minutos finais, após derrota por 3 a 1 na ida.

"O futebol está cheio de filósofos, cheio de gente que entende muito mais que eu. Cheio de gente com teorias filosóficas inventadas", acrescentou.

O Chelsea não poderá contar com os meio-campistas Frank Lampard e John Obi Mikel, suspensos. Por outro lado, o zagueiro John Terry e o meia Eden Hazard se recuperaram de lesão e tiveram a volta confirmada pelo próprio Mourinho. Também lesionado, o goleiro Petr Cech treinou nesta terça, mas ainda é dúvida.

Campeão em 2012 e vice em 2008, o time londrino ne acostumou às fases finais da 'Champions'. Já o Atlético não sabe o que é decidir o torneio desde 1974, quando foi derrotado pelo Bayern de Munique na decisão.

Para quebrar o jejum, os 'colchoneros' se apoiam na invencibilidade na atual edição do torneio. A equipe é a única que ainda não foi derrotada. Diego Simeone fará duas mudanças em relação à partida no Vicente Calderón. Suspenso, o volante Gabi Fernández dará vaga a Tiago, enquanto o meia Arda Turan, recuperado de contusão, entrará em lugar do brasileiro Diego.

Prováveis escalações:

CHELSEA: Schwarzer (Cech); Ivanovic, Cahill, Terry e Azpilicueta (Cole); David Luiz e Ramires; Schürrle, Willian e Hazard; Torres (Eto'o). Técnico: José Mourinho.

ATLÉTICO DE MADRID: Courtois; Juanfran, Miranda, Godín e Filipe Luis; Tiago e Mario Suárez; Koke, Arda Turan e Raúl García; Diego Costa. Técnico: Diego Simeone.

Árbitro: Nicola Rizzoli (Itália).

Estádio: Stamford Bridge, em Londres

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.