Chelsea é eliminado da Copa da Liga nos pênaltis

Líder isolado do Campeonato Inglês, o Chelsea não resistiu ao Blackburn nesta quarta-feira e foi eliminado nas quartas de final da Copa da Liga Inglesa. Jogando fora de casa, o time de Londres perdeu nos pênaltis após empate por 3 a 3 na prorrogação. Em outro jogo, o Manchester City despachou o Arsenal por 3 a 0.

AE, Agencia Estado

02 Dezembro 2009 | 21h23

Com os resultados desta quarta, o Manchester City fará o clássico local contra o Manchester United, atual campeão, enquanto o Blackburn vai enfrentar o Aston Villa. As semifinais terão jogos de ida e volta. A primeira partida será disputada no dia 5 ou 6 de janeiro e a segunda, no dia 19 ou 20. A final será realizada somente em fevereiro, no Estádio de Wembley, em jogo único. O campeão garante vaga na Liga Europa da próxima temporada.

A eliminação do Chelsea começou a ser delineada aos 9 minutos de jogo, quando o Blackburn abriu o placar com gol de Kalinic. Os visitantes conseguiram a virada no início do segundo tempo, com Drogba e Kalou. Mas Emerton igualou novamente aos 19. Na prorrogação, McCarthy deixou os donos da casa em vantagem em cobrança de pênalti. Porém, o português Paulo Ferreira empatou a partida na segunda etapa do tempo extra. Nos pênaltis, o Blackburn foi superior e venceu por 4 a 3.

A outra partida do dia foi marcada pelos belos gols do Manchester City, que jogou em casa. A equipe anfitriã aplicou 3 a 0 no Arsenal, que entrou em campo com um time misto. A rede só balançou no segundo tempo. Carlitos Tevez abriu o placar, aos 5 minutos, ao acertar o ângulo esquerdo do goleiro. A bola ainda bateu no travessão antes de entrar.

Aos 24, Shaun Wright-Phillips avançou pela direita, entrou na área e bateu alto para não dar chances ao goleiro. No último minuto de jogo, Bellammy fez grande jogada pela esquerda, passou entre dois marcadores, e deu passe rasteiro para Vladimir Weiss, que também acertou o travessão antes de balançar as redes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.